Sem médico a bordo, comissárias de voo ajudam mãe afegã a dar à luz no avião

Uma mulher afegã deu à luz uma menina saudável no meio de um voo de evacuação operado pela Turkish Airlines, relata a Agência Anadolu. Depois de uma escala em Dubai, a jovem Soman Noori, 26, entrou em trabalho de parto e acabou tendo sua filha a uma altitude de 10.000 metros (33.000 pés), no espaço aéreo do Kuwait.

A menina foi chamada de Havva (que significa Eva, mas que também lembra a palavra turca Hava, que significa “ar”) pela tripulação de cabine, que ajudou no nascimento durante o voo. A operação evacuava cidadãos afegãos que trabalhavam para o Reino Unido no Afeganistão.

Depois que a passageira grávida contou à tripulação de cabine sobre suas dores de parto, a tripulação perguntou se havia um médico a bordo. Como nenhum médico estava disponível, “a tripulação facilitou o parto de acordo com seu treinamento”, disse um comunicado da Turkish Airlines.

Após pousar no Kuwait por precaução, a aeronave seguiu viagem em direção ao destino final em Birmingham, na Inglaterra, com o bebê e sua família.

As fotos que ilustram essa matéria foram disponibilizadas pela Turkish Airlines.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias