Sem novidades, Delta confirma que ficará com ao menos dez Airbus A350 da Latam

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

A Delta Airlines confirmou nesta data (14) a assunção do pedido de dez Airbus A350 que haviam sido originalmente encomendados pela Latam. A notícia não é nova, já que a empresa norte-americana já havia se comprometido com tal negócio quando anunciou a compra de 20% de participação na empresa aérea latino-americana por quase US$ 2 Bi.

Quando o negócio foi feito, em setembro de 2019, a Delta se comprometeu em adquirir quatro A350 atuais da Latam e a assumir o acordo que a última tinha com a Airbus para mais dez A350 que estavam previstos de serem entregues entre 2020 e 2025.

A encomenda original veio da TAM

Primeiramente, vale lembrar que a então TAM Linhas Aéreas, lá em 2005, encomendou junto da Airbus um total 8 A350, tornando-se posteriormente 10 pedidos firmes e 5 opções de compra, elevando o total a 15 encomendados.

Porém, em 2008, após uma revisão completa do projeto A350 pela Airbus, que inclusive resultou na mudança do seu radome (o nariz), houve uma grande movimentação na “carteira de pedidos”: a TAP desistiu do modelo e optou pelo A330neo, enquanto a Air Europa foi atrás do 787 da Boeing, por exemplo. A TAM, por sua vez, aumentou sua ordem para 22 pedidos firmes, sendo 12 do então A350-800 (que não chegou a ser fabricado) e 10 do A350-900.

Após a fusão com a LAN em 2010, um novo planejamento de frota foi feito, levando o grupo a desistir do A350-800 e a aumentar o pedido para 27 encomendas firmes do A350-900 com mais 10 opções de compra.

Desde então a Latam começou a receber suas unidades da aeronave, na medida em que vem fazendo outros ajustes na encomenda. Recentemente, a empresa definiu que o patamar de 19 pedidos firmes do A350-900 e 8 do A350-1000 seria o ideal para suprir a necessidades dos próximos anos. Destes, a empresa recebeu 13 A350-900 e está operando 8, efetivamente, sendo que cinco estão operando na Qatar Airways.

Em resumo

São muitos números, mas o resumo é o seguinte. Foram ao todo 27 A350 encomendados pela Latam até o momento, dos quais ela deverá operar 13 (contando os oito atuais na frota e mais os cinco que estão temporariamente na Qatar Airways) e outros 14 vão para a Delta.

Com a pandemia, fica incerta a data exata das entregas para ambas as empresas, bem como se elas farão sub-leasing entre elas ou se os aviões que estão na Qatar voltarão ao Brasil. Apenas o tempo permitirá saber com mais precisão.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias