Sem voar, piloto de avião mostra sua nova vida como pedreiro

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Reprodução LinkedIN

O piloto de Boeing 737 Patrick Pawelczak tem ganhado popularidade no LinkedIN ao compartilhar as grandes mudanças pelas quais passou sua vida no último ano. No momento em que essa matéria foi escrita, a publicação da foto acima passava 10 milhões de visualizações, com 276 mil curtidas e mais 8.600 comentários.

Na imagem, Pawelczak, que tinha um cargo de copiloto na empresa eslovaca Go2Sky, mostra como seu uniforme se transformou nos meses que se passaram, saindo da cabine de comando para um trabalho como entregador da Amazon, mais recentemente, como pedreiro na Catalunha. Ele até faz uma brincadeira dizendo “de piloto a paleta“, que é a forma como pedreiros são chamados em catalão.

Com bom humor, ele diz: “Ahh… e de pensar que não muito tempo atrás eu estava reclamando sobre os voos noturnos e o fato de eu ter apenas 700 horas (de voo). Isso só confirma, mais uma vez, que nós aprendemos a apreciar as coisas apenas quando nós as perdemos”.

Mais recentemente, ele fez uma atualização na postagem, onde diz que está muito feliz com todo o carinho que está recebendo e que o inbox dele “explodiu” de mensagens de apoio vindas de todo o mundo.

“Estou cheio de felicidade lendo suas mensagens – especialmente quando vocês dizem que eu melhorei seu dia com alguma motivação. Sim, a vida é dura, especialmente nos dias atuais, mas não há motivo para desistir. Nós temos que lutar – por vocês e suas família. Vamos manter o otimismo. Você são incríveis”.

Nos últimos meses, a aviação vem vivenciando uma crise sem precedentes, desde a segunda guerra mundial, de modo que, lamentavelmente, muitos profissionais perderam seus empregos. Mas a esperança de todos é de que isso é temporário, até que todos possa ganhar suas asas novamente.

Enquanto isso, não importa se como pedreiro, entregador ou motorista, todos os trabalhos são dignos e todo profissional merece todo o respeito.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Juiz manda a Gol pagar R$ 10 mil a passageiro que...

0
A Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba majorou para R$ 10 mil o valor da indenização, por danos morais, em desfavor