Serpente é encontrada a bordo de uma aeronave que estava prestes a decolar

Uma serpente foi encontrada a bordo de uma aeronave da IndiGo, companhia aérea de baixo custo da Índia, que estava prestes a realizar um voo regular de passageiros no último dia 5 de agosto.

O fato aconteceu no Aeroporto Internacional Netaji Subhas Chandra Bose, localizado na cidade de Calcutá, na Índia, depois que a aeronave da IndiGo havia chegado de um voo de Raipur e partiria para Mumbai, ambas também na Índia.

Airbus A320neo da IndiGo – Imagem: Pedro Aragão, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Conforme relata o Hindustan Times, um colaborador de solo, responsável pelo carregamento de bagagens, acessou o porão da aeronave para realizar suas atividades rotineiras, quando se deparou com o animal rastejante enrolado em uma correia de bagagens. Abaixo você pode observar a serpente pendurada na correia, em uma foto publicada no Twitter.

A aeronave, que ainda estava sem os passageiros, pois estava estacionada em uma área remota, foi totalmente isolada pela companhia e as autoridades do aeroporto foram comunicadas sobre a ocorrência, levando o departamento florestal a ser chamado para lidar com o réptil.

A serpente, identificada como cobra-rato, que segundo informações não é de uma espécie venenosa, foi capturada e levada até um cativeiro. As autoridades supõem que a serpente acessou a aeronave no momento em que as bagagens do voo anterior estavam sendo descarregas.

Abaixo é possível ver um vídeo publicado no Twitter pelo jornalista Tarun Shukla, que mostra a cobra que estava no porão da aeronave já no solo, rastejando rapidamente até em equipamento de carregamento de bagagens antes de ter sido capturada.

Devido ao contratempo por conta da réptil a bordo, a aeronave foi trocada e um novo avião foi colocado à disposição para levar os passageiros de Calcutá para Mumbai, que seguiu sem novas intercorrências.

A título de curiosidade, trouxemos aos leitores do AEROIN, no começo de junho, uma matéria mostrando um procedimento interessante sobre como os Airbus A380 que estão estocados no deserto são tratados pelos técnicos para proteção contra cobras e escorpiões. Você pode ler a matéria clicando aqui ou no título a seguir:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias