Sideral nega denúncias feitas por seus tripulantes ao sindicato

Em resposta a ofícios enviados pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), a Sideral Linhas Aéreas negou as denúncias de tripulantes sobre redução de salário sem Acordo Coletivo de Trabalho e sobre contratação de comandantes com salários abaixo do piso previsto na Convenção Coletiva de Trabalho.

A empresa também afirmou não estar cometendo irregularidades em relação a denúncias de aeronautas sobre: pagamento do adicional de periculosidade, desconto de encargos quando do pagamento das diárias de alimentação, não pagamento em dólar das diárias internacionais e mudança no fornecimento de alimentação.

O SNA havia enviado um ofício, dia 9 de dezembro, à aérea cargueira relatando as denúncias feitas pelos seus tripulantes ao Sindicato sobre os possíveis descumprimentos a itens da Lei do Aeronauta.

Dois dias depois, o SNA enviou outro ofício para a Sideral questionando a empresa sobre possíveis descumprimentos ao Acordo Coletivo de Trabalho firmado com seus tripulantes para enfrentamento da pandemia e pela suposta contratação de comandantes com salários abaixo do piso estabelecido pela Convenção Coletiva de Trabalho.

Diante da resposta da companhia, o SNA informa que solicitou aos aeronautas da que enviem relatos e/ou documentação comprovando as irregularidades denunciadas.

Informações do Sindicato Nacional dos Aeronautas

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Claudio Brito
Apaixonado por aviação desde o berço como filho de comissário de bordo, realizou o sonho de criança se tornando comissário em 2011 e leva a experiência de quase 10 anos no mercado da aviação. Formado Trainer em Programação Neurolinguística, conseguiu unir suas duas paixões, comunicação e aviação.

Veja outras histórias