Sideral pode ter o primeiro Boeing 737NG cargueiro do Brasil; jato voou na GOL

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A Sideral Linhas Aéreas pode ser a primeira empresa aérea do Brasil a ter um Boeing 737NG na versão de cargas, e com um jato ex-GOL. Entenda.

Boeing 737NG Sideral
Fotomontagem exclusiva de como poderá ficar o jato na cores da Sideral

Segundo o portal AirFleets, o Boeing 737-800NG – Next Generation – de número de série 34269, que na GOL tinha a matrícula PR-GTU, estaria para ser convertido para cargueiro em uma encomenda da Sideral. Segundo o mesmo site, a entrega deve acontecer em 1 de agosto.

O jato saiu da frota da GOL em novembro do ano passado, sendo estocado nos EUA desde então. No último dia 4 de maio, a aeronave foi trasladada para o pequeno Aeroporto de Dothan, no estado do Alabama, segundo informações do FlightRadar24.

Em Dothan existem instalações da CommercialJet MRO, uma empresa subsidiária da AeronauticalEngineers, que é uma das autorizadas pela agência americana FAA a fazer a conversão do 737NG de passageiros para cargas, dando ainda mais força para a informação.

O 737-800SF pode levar até 12 pallets ou contêiners de carga, representando um aumento de 2 toneladas de carga útil (23 ton no total) quando comparado ao 737-400F, atualmente operado pela Sideral. A previsão da entrega do jato é para agosto, com matrícula da Sideral ainda a ser confirmada. Esse será o primeiro 737 NG cargueiro no Brasil.

A empresa de Curitiba opera atualmente com 17 jatos Boeing 737, mas todos da série Classic das variantes -300, -400 e -500, tanto de passageiros como de carga, além de alguns 300QC que é a versão Quick Change, que permite a mudança rápida de passageiros para carga, e vice-versa.

Esta vasta frota da Sideral atende principalmente ao mercado cargueiro, mas tem conquistado nos últimos anos o mercado de fretamentos de passageiros, principalmente para clubes de futebol brasileiros e sul-americanos, que têm optado por um voo charter seguro, após a tragédia da Chapecoense.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Avião Airbus A330-300 Delta Air Lines

Delta testará viagem aérea ‘livre de Covid e de quarentena’, será...

0
A empresa aérea e os aeroportos de Atlanta e de Roma se juntaram em um inédito programa transatlântico de teste de COVID-19.