Singapore Airlines ‘groundea’ dois Boeings 787-10 Dreamliner

A Singapore Airlines, a companhia aérea mais premiada do mundo, comunicou nesta terça que decidiu manter no chão dois Boeings 787-10 Dreamliner após problemas com os motores.

O problema novamente é com os motores Rolls Royce Trent 1000 que já deixaram diversas aéreas com dezenas de aeronaves paradas, incluindo a Avianca e a LATAM.

A deterioração precoce pás do compressor intermediário tem causado trincas na peça. A origem desta deterioração seria uma ressonância acima do esperado causada pelo motor.

Quase toda a frota mundial de 787-8 e -9 já está de volta a ativa, restam apenas 35 modelos do avião parados. Mas por ser um problema ocasionado por desgaste prolongado, não apareceu na variante -10 até agora.

A Singapore Airlines foi a cliente-lançadora do modelo recebendo a primeira unidade do 787-10 em março do ano passado. Fontes na empresa informaram ao AeroIN que inicialmente que seis dos nove Dreamliners da empresa foram mantidos no chão, mas quatro deles retornaram ao voo até o final da manhã de hoje, restando apenas dois paralisados.

Logo após a Singapore, as aéreas que receberam o 787-10 foram a Etihad Airways, United Airlines e mais recentemente a ANA. Porém apenas a ANA equipou seu modelo com os motores da Rolls-Royce.

Com informações da Reuters

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos