Airbus A380 vira restaurante e aérea cria delivery de comida da 1ª classe

Após pensar melhor e depois de várias críticas, a Singapore Airlines decidiu por desistir dos seus planos de fazer voos para lugar nenhum. No entanto, os planos para trazer uma experiência diferente ao público continuam. Na verdade, os clientes terão à disposição outras grandes experiências, embora no solo, disse a empresa na terça (29).

E algumas dessas atrações são: um almoço a bordo de um jato Airbus A380, um tour pelas instalações de treinamento da empresa e a entrega em domicílio de refeições de seus menus de primeira classe e classe executiva. Seja qual for a experiência, elas serão inesquecíveis, como a empresa destaca.

A aérea disse que desenvolveu essas experiências após conduzir um estudo de mercado e uma análise de vários fatores como implicações ambientais e viabilidade financeira. Ela salientou que inicialmente considerou lançar voos para “lugar nenhum”, mas descartou a ideia após a revisão.

O presidente-executivo da companhia, Goh Choon Phong, disse que as novas iniciativas permitirão à companhia aérea envolver seus fãs e clientes, mesmo com a queda no número de voos por causa da pandemia Covid-19. “Tem havido muito interesse em nossas iniciativas de engajamento do cliente nas últimas semanas, e gostaria de agradecer a todos por suas ótimas ideias e sugestões”, disse ele. “Estamos muito encorajados e gratos pelo entusiasmo e paixão que vimos.”

O A380 restaurante

O cenário é um avião A380 estacionado no aeroporto de Changi, que será convertido em restaurante nos dias 24 e 25 de outubro, com reservas abrindo em 12 de outubro. Embora num voo comercial tradicional a grande aeronave possa normalmente acomodar até 470 passageiros, não está claro quantas “mesas” estarão disponíveis para o evento, mas espera que seja um sucesso.

Os clientes que reservarem este pacote poderão escolher a classe da cabine em que desejam jantar e o menu contará com pratos da cozinha internacional e um menu personalizado. Cada refeição virá com duas bebidas alcoólicas gratuitas e outras bebidas à vontade. Os comensais terão outras vantagens, como descontos na KrisShop (a loja da Singapore) e uma sacola de brindes. Aqueles que usarem roupas tradicionais ganharão um presente extra.

A Singapore disse na nota que tomará precauções para reduzir o risco de propagação do vírus da Covid-19. Essas medidas incluem limpar e higienizar o avião, limitar o tamanho dos grupos em cinco, implementar um distanciamento seguro e fazer uma verificação de temperatura. Tanto a tripulação quanto os clientes deverão usar máscara facial em todos os momentos a bordo, exceto ao comer ou beber.

Visita ao Centro de Treinamento

A visita ao Centro de Treinamento acontecerá nos dias 21, 22, 28 e 29 de novembro. As reservas serão abertas a partir de 1 de novembro. Nos dias, os visitantes poderão conversar com os pilotos e tripulantes de cabine sobre seu treinamento e ver os simuladores de voo. Eles também podem participar de atividades artesanais e comprar refeições de bordo.

Aqueles que optarem por pagar a mais podem experimentar o simulador de voo que os pilotos usam para treinamento, desfrutar de uma sessão de degustação de vinhos ou passar por um workshop conduzido pelos instrutores da tripulação de cabine da Singapore.

Os pais podem optar por uma opção adicional para seus filhos e lhes proporcionar uma experiência de tripulante de cabine júnior. As crianças podem vestir o uniforme da companhia, aprender habilidades de atendimento ao cliente e atuar como membros da tripulação em uma maquete da cabine da classe executiva do A380.

Delivery

Por fim, mas não menos importante, para aqueles que não conseguirão participar da experiência de jantar a bordo do Airbus A380, será possível recriá-las em suas casas a partir de um serviço de Delivery de comidas da primeira classe e da executiva.

A refeição, criada pelo painel de chefs internacionais da companhia, é acompanhada por uma escolha de vinho ou champanhe. Ela virá com um kit de amenidades de primeira classe ou classe executiva e instruções sobre como aquecer as comidas e colocar nos pratos, exatamente como faz a tripulação a bordo.

Para quem quiser algo ainda mais VIP, será possível pagar mais para reservar os serviços de um chef particular que vai aquecer, preparar e servir a refeição em suas casas.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Avião Airbus A330-300 Delta Air Lines

Delta testará viagem aérea ‘livre de Covid e de quarentena’, será...

0
A empresa aérea e os aeroportos de Atlanta e de Roma se juntaram em um inédito programa transatlântico de teste de COVID-19.