Início Aeroportos Solucionado o mistério dos macacos verdes que apareceram em aeroporto nos EUA

Solucionado o mistério dos macacos verdes que apareceram em aeroporto nos EUA

Arquivo: Velvet monkey.jpg
Macaco verde africano (Chlorocebus sabres) IMAGEM: Wikimedia

Uma colônia de macacos verde, nativos do continente africano, há anos tem chamado a atenção de passageiros e funcionários do Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale-Hollywood, nos Estados Unidos. Agora, cientistas acreditam ter chegado a uma explicação sobre a origem dos animais invasores.

Os animais vivem há, pelo menos, 70 anos em uma aérea de mangue dentro do perímetro do aeroporto. Até hoje, os primatas não causaram problemas à operação aeroportuária e são muito populares entre funcionários, viajantes e moradores da região. Mas como não são nativos, sua chegada até o local era até então um mistério. Mas cientistas da Florida Atlantic University (FAU) parece ter encontrado a resposta.  

A universidade publicou um artigo em que detalha o levantamento. Por meio de análise genética, além de entrevistas, arquivos históricos, mídia popular, os cientistas descobriram que os animais são descendentes de um grupo importado de Serra Leoa, na África, e usado ​​em pesquisa no desenvolvimento da vacina contra a poliomielite e outras pesquisas médicas em uma fazenda científica da região.

A colônia atual pode ter sido originada após uma fuga de animais das instalações em 1948. No texto, a instituição informa que o mapeamento é importante para o manejo dos animais, já que essa espécie de macacos tem alto potencial de adaptação e reprodução. Contudo, os primatas estão confinados em uma ilha verde no aeroporto, rodeada por tanques combustível, estradas e outras estruturas aeroportuárias.

Até o momento, a administração do aeroporto não se manifestou sobre uma eventual operação de retirada dos animais do local. Os bichos seguem sendo monitorados pela segurança operacional. Confira imagens dos macacos no local: