Somon Air busca o antigo 737NG enquanto avalia seu pedido do 737 MAX

Devido a preocupações de segurança relacionadas ao MAX, a Somon Air está trocando seu pedido pelo antigo modelo 737NG.

Avião Boeing 737 Somon Air

A companhia do Tadjiquistão tinha reserva para um único Boeing 737 MAX-8 através da Air Lease Corporation, mas desistiu de transformar a reserva em pedido firme e agora busca um 737-800, disse o CEO Thomas Hallam à Forbes.

No entanto, a demanda global repentina pelo 737NG e a consequente disponibilidade limitada afetaram as opções da operadora, acrescentou ele.

Com relação ao pedido de um único MAX 8, Hallam disse no início deste ano que havia sido colocado em espera após o problema global do modelo.

“Houve uma ordem do conselho de diretores para parar o pedido. Eles estão ouvindo coisas e nada disso é positivo…Eu não estou disposto a ir adiante até que a aeronave esteja de volta à operação, até que haja alguma experiência de modo que as pessoas estejam abertas ao meu argumento de que o MAX é uma boa escolha”, disse Hallam à Forbes.

A Somon Air planejou adicionar o MAX 8 para operar seus serviços de Dushanbe a Frankfurt sem restrições de carga útil e potencialmente adicionar novas rotas de médio curso. De acordo com o ch-aviation, a companhia atualmente opera dois 737-300, dois -800 e dois -900(ER).

Informações pela Forbes e pelo ch-aviation.

Piloto automático do Boeing 737 MAX pode não desligar, diz EASA

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.