Southwest Airlines está sendo processada pelos seus próprios pilotos

Pilotos da Southwest Airlines não estão satisfeitos com a forma como sua empresa tem mudado as condições de trabalho e salários e resolveram processar a aérea através de sua associação. Segundo reporta a CNBC, a Southwest Airlines Pilots Association (SWAPA) afirma a empresa aérea realizou mudanças unilaterais sem negociação com o sindicato, alegando ser ilegal.

O sindicato diz que a Southwest não tinha o direito de implementar um programa de afastamento de emergência para os pilotos, durante a primeira onda da Covid, sem antes concordar com a SWAPA. A entidade também questiona a decisão da Southwest de dizer aos pilotos que poderiam ter tido contato próximo com um caso Covid-19 para entrarem em quarentena obrigatória. A ação alega que a política foi usada para evitar o pagamento de pilotos por viagens de trabalho.

O vice-presidente de relações trabalhistas da Southwest, Russell McCrady, discorda: “Como sempre, a Southwest continua comprometida com a saúde e o bem-estar dos pilotos e com o trabalho com a SWAPA e nossos outros parceiros sindicais, enquanto continuamos navegando pelos desafios apresentados pela pandemia em curso”, disse ele, enquanto refutou que quaisquer decisões da empresa precisem passar pelo crivo da SWAPA.

Além da ação judicial mencionada, o sindicato recentemente ameaçou fazer um piquete durante por causa do fracasso em chegar a um novo acordo coletivo de trabalho, bem como a possibilidade de que a Southwest poderia tornar mandatórias as vacinas para os pilotos.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias