Southwest dará indenização milionária da Boeing para seus funcionários

A Southwest Airlines e a Boeing chegaram a um acordo de indenização devido ao 737 MAX, e quem recebeu as boas notícias foram os funcionários da companhia aérea.

Southwest 737 MAX
737 MAX 8 da Southwest

Após a ratificação do acordo confidencial (valores não foram revelados), o conselho da Southwest Airlines autorizou que boa parte deste valor seja direcionado para aumentar a participação de lucros dos funcionários referente a 2019.

A participação de lucros que os empregadores vão receber no início do ano que vem seria reduzida devido à capacidade menor da empresa neste ano em relação ao previsto, exatamente pelo impacto da paralisia do 737 MAX.

O aumento no montante total a ser dividido entre os funcionários será de $125 milhões de dólares, estima a Southwest Airlines. “O nosso pessoal tem feito um trabalho incrível administrando a situação enquanto o MAX está parado, mantendo um altíssimo nível de atendimento ao cliente e uma das melhores performances operacionais da história”, afirmou o CEO Gary Kelly.

“Em nome do conselho da Southwest Airlines, nós somos gratos pelo trabalho dos nossos funcionários e seus esforços extraordinários durante este ano, e com satisfação iremos compartilhar com eles o dinheiro do recente acordo com a Boeing”, concluiu o CEO.

A Southwest Airlines conta atualmente com 34 jatos 737 MAX 8 paralisados na sua frota desde março deste ano. Além disto, é a empresa lançadora do menor modelo, o MAX 7, e a maior operadora do mundo da família 737. No total foram encomendados 310 jatos das variantes do MAX.

A empresa só espera retornar os voos do novo jato após o primeiro aniversário da paralisação.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.