S&P prevê estagnação do tráfego de passageiros em todo ano de 2021

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

woman looking through the glass wall
Foto de Alexandr Podvalny via Pexels.com

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s publicou relatório que destaca preocupações em relação à recuperação da indústria da aviação. Para a agência, as novas ondas de contaminação de COVID-19 em todo o mundo colocam em risco a recuperação prevista em publicação anterior.

De acordo com a S&P, devido à descoberta das novas variantes do novo coronavírus, os governos impuseram restrições mais severas para a circulação de pessoas, o que impacta diretamente o setor aéreo ao diminuir a confiança do consumidor. A distribuição das vacinas ainda é vista como um passo importante para a recuperação econômica, mas incapaz de impedir perdas neste ano.

A previsão atual para a recuperação do tráfego aéreo de passageiros para este ano está entre 30% e 50% dos níveis de 2019 e com desempenho inferior ao do ano passado, quando estourou a crise. A S&P especula que, até 2022, o tráfego global vai se recuperar para apenas de 70% a 80% dos níveis de 2019.

A agência também chama a atenção para o fato de que a demora na recuperação das viagens aéreas vai aumentar as dívidas de aeroportos e companhias aéreas, o que pode gerar novos rebaixamentos nos índices de avaliação de risco e inibir novos investimentos. A S&P aposta que uma recuperação significativa do setor só deve acontecer no final do quarto trimestre deste ano.

Quando as restrições para viagens forem suspensas, especula-se que as companhias aéreas de baixo custo e de lazer serão as primeiras a se recuperar. Os principais complexos aeroportuários do mundo terão uma taxa de recuperação mais lenta, pois dependem mais de voos de longa distância e das viagens de negócios, que terão retomada mais gradativa.

Contou com informações do Air International

Fabio Farias
Jornalista e curioso por natureza. Passou um terço da vida entre aeroportos e aviões. Segue a aviação e é seguido por ela.

Veja outras histórias

Comandante portador de ELA recebe emocionante homenagem num avião A321

0
Uma cerimônia em homenagem a um comandante aconteceu em Palma de Maiorca, na Espanha, com o batismo do primeiro Airbus A321neo