Início Empresas Aéreas Subsidiária da Air France terá apenas jatos Embraer e funcionários protestam

Subsidiária da Air France terá apenas jatos Embraer e funcionários protestam

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Air France CRJ
Um boneco foi colocado na forca no estabilizador horizontal deste jato CRJ, e o logo da empresa foi tapado com um cartaz dizendo “Air Chômage” = Air Desemprego

Um grande protesto se formou em Morlaix ao longo da semana passada, depois que a Air France decidiu demitir todos os funcionários de uma subsidiárias.

A pequena cidade na região da Bretanha, próxima do Canal da Mancha, é a sede da Brit Air, empresa regional que desde os anos 2000 é parte da Air France. Em 2017, a empresa foi fusionada com a Airlinair e a Régional para formarem a Hop!, que já era a marca regional da Air France, mas que, desde então, operaria por apenas uma subsidiária os voos para cidades menores.

Na época da fusão, a Airlinar operava aviões ATR (que foram aposentados no ano passado) e a Régional, que voava com jatos Embraer. Agora, com a crise, a Air France decidiu aposentar todos os jatos CRJ (oriundos da Brit Air) para manter a frota apenas com aviões brasileiros, reduzindo custos pela homogeneização da frota.

Embraer E170 da Air France Hop!

Com isso, segundo o jornal francês Le Monde, a base de manutenção dos jatos Bombardier CRJ em Morlaix será fechada após a aposentadoria de 11 jatos CRJ-700 e 14 CRJ-1000. A ideia da Air France é mante apenas os 32 aviões Embraer E170 e E195 que têm manutenção em Clermont-Ferrand. Com isso em torno de 1.020 empregos serão cortados dos quadros da Hop!.

Em sequência à decisão da empresa aérea francesa, um protesto foi organizado pelos funcionários e sindicatos, após receberem a notícia. Os cartazes empunhados traziam os dizeres “No Hope for Hop!”, o que significa “Sem Esperança para a Hop!” em alusão à palavra inglesa “Hope” (esperança) que é “quase” o nome da empresa aérea regional francesa.

Em outra peça, os manifestantes renomearam a companhia de Air France para “Air Desemprego”, e também picharam uma placa como a logomarca da empresa, escrevendo em cima “a Hop! me matou”.

Os funcionários (que ainda estão trabalhando) por fim fizeram uma forca com um boneco pendurado no estabilizador horizontal da aeronave CRJ, simbolizando a morte dos empregos. Essa é a foto que você vê na abertura dessa matéria.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A