Supersônico XB-1 tem esperança do primeiro voo em 2020

JAL Boom XB-1

O CEO da Boom, Blake Scholl disse durante o Paris Air Show que o XB-1, um avião de testes medindo um terço do tamanho do Overture, será apresentado em dezembro de 2019, seis meses após o prazo original. Ele atribuiu a decisão de postergar o lançamento à necessidade de ajustes para assegurar a segurança da aeronave. O primeiro voo continua esperado para 2020.

“Sempre que houver cronograma e segurança envolvidos, a segurança sempre vem primeiro”, ele disse. “Nós encontramos uma oportunidade de melhorar o perfil do XB-1 e incluir um sistema para aumentar a estabilidade e dar-nos mais margem em voos de alta velocidade, decolagem e pouso”.

Questionado sobre a entrada em serviço do Overture, originalmente esperada para 2023, Scholl informou que novos desafios podem fazer com o cronograma atrase. Isso significa que o avião deve entrar em serviço em meados dos anos 2020s, seguindo de mais uns dois anos de testes após o primeiro voo. Ao todo, serão construídos seis protótipos.

“Nós queremos ter celeridade no projeto, mas não queremos queimar etapas, para garantir a segurança”, disse o executivo. A empresa complementou dizendo que espera embarcar os primeiros passageiros para algum momento ente 2025 a 2027.

A companhia ainda está verificando as opções para o Overture, que é um avião trimotor capaz de voar a Mach 2.2. Espera-se que a empresa chegue a uma definição nos próximos meses.

JAL Overture
Maquete do Boom Overture

Espera-se que o avião tenha entre 55 e 75 assentos, em configuração completa de classe executiva, com uma tripulação de seis pessoas, incluindo os dois pilotos.

Scholl mencionou que muitas rotas internacionais podem se beneficiar do menor tempo de viagem, como um San Francisco – Tóquio em 5h30 ou Tóquio – Hong Kong em 2h.

A Japan Airlines investiu US$ 10 milhões na Boom e pré-encomendou 20 unidades do Overture. A apresentação em Paris foi acompanhada por executivos da empresa japonesa.

Com informações do Flight Global

Interior da aeronave de 55 lugares da Boom.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.