Surge outro A350 com a pintura da Latam, mas será que esse vem ao Brasil?

Latam
O dito cujo – Foto de A380_TLS_A350

Para ser honesto, essa é uma excelente pergunta, mas o motivo de haver uma certa incerteza sobre esse tema é justo. Isso porque causou surpresa ver o Airbus A350-900 da foto acima sair do hangar de pintura da Airbus com as cores da Latam.

Qual foi o motivo da surpresa?

Deveria ser Qatar, ou não

Como havíamos comentado em uma matéria anterior, os últimos três A350-900 que saíram da fábrica da Airbus com a pintura da Latam foram repassados à Qatar Airways, como resultado de uma parceria que as duas empresas mantém há alguns anos. Com isso, chegou a cinco o total de aeronaves desse modelo voando nas rotas da empresa árabe, mas com as cores da empresa latina – se, por acaso, você ver um A350 da Latam no Vietnam ou na China, não estranhe, o voo é da Qatar.

No entanto, essa aeronave de número de série (MSN) 363 e que acaba de realizar seu primeiro voo de testes na fábrica, era mais uma que estava listada originalmente para a Latam, e que depois constava como repassada para a Qatar, segundo a lista de produção da Airbus.

Logo, esperava-se que ela saísse das oficinas de pintura com as cores de vinho e cinza e com o Oryx na “cauda”, mas isso não aconteceu.

Ao invés disso, o avião apareceu com as vistosas cores índigo e coral da sul-americana. Uma nova atualização da lista de produção mostra a aeronave como pertencente à Latam e matrícula PR-XTM.

Das duas, uma…

Há duas possibilidades. Uma delas é que a aeronave seja, de fato, repassada à Qatar Airways. Se isso acontecer, a contagem de Airbus A350 com pintura Latam voando na Qatar sobe para seis, enquanto que a própria latina tem em sua frota sete aeronaves do modelo.

A outra hipótese é que a aeronave seja entregue à Latam. Honestamente, eu apostaria mais nessa hipótese, já que a posição mais atualizada do Aeromuseu indica que o MSN 363 está reservado para ela, embora não esteja mencionada a matrícula.

Sub-arrendamento de A350 para a Qatar

Essa história toda começou em fevereiro de 2017. Com as incertezas econômicas no Brasil, a Latam colocou em prática um plano de flexibilizar sua frota, alinhando-a às necessidades operacionais e às condições do mercado. Com isso, quatro A350 foram sub-arrendados à Qatar Airways, vindo a receber as matrículas A7-AMA/B/C/D, mas mantendo as cores da latina.

Hoje, passados mais de dois anos do contrato, dois já voltaram ao Brasil, e dois do acordo original continuam com a Qatar (A7-AMA/B), aos quais se juntaram recentemente o A7-AQA, o A7-AQB e, finalmente, o A7-AQC.

Do seu lado, o braço brasileiro da Latam possui sete aeronaves do modelo na frota atual, registrados PR-XTA, B, C, D, E, H, e I.

Posição da Latam

Entramos em contato com a Latam para entender, direto na fonte, qual deve ser o destino da aeronave. Segundo a empresa aérea, o A350-900 MSN363, objeto desse artigo, será repassado à Qatar Airways.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.