Santa Cruz de la Sierra

Mais uma empresa estrangeira anuncia suspensão dos voos ao Brasil

A companhia já havia até promovido uma redução de seus voos, cumpridos com aviões Embraer E190, ao longo de fevereiro.

Amaszonas anuncia reduções de seus voos ao Brasil em fevereiro e março

Após ter aumentado frequências até dezembro, a Amaszonas anuncia que fará reduções gradativas das operações ao nosso país em duas etapas.

Amaszonas aumenta frequência de voos ao Brasil em dezembro

A companhia aérea anuncia que a boa receptividade da rota elevará o serviço de chegadas e partidas semanais em dezembro.

BoA amplia frequência de voos entre São Paulo e Santa Cruz de la Sierra

O rápido aumento de frequência da BoA parece indicar que a demanda do mercado entre Brasil e Bolívia vai se recuperando com consistência.

Boliviana de Aviación amplia voos ao Brasil na próxima semana

E ainda há perspectivas de novos aumentos de voos da BoA em novembro e dezembro, inclusive partindo de outros destinos bolivianos.

Amaszonas estreia voos regulares entre Bolívia e São Paulo no dia 21 de setembro

Finalmente fará sua estreia ligando Bolívia e São Paulo a Amaszonas, companhia aérea boliviana que tem também uma filial no Uruguai.

Boliviana de Aviación realiza voos humanitários de São Paulo para Santa Cruz de la Sierra

A BoA - Boliviana de Aviación anuncia que está fazendo voos humanitários de São Paulo para Santa Cruz ao longo desse mês de junho.

Azul faz agora voo inédito para Santa Cruz de la Sierra, acompanhe

Um voo da companhia decolou de Campinas para Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, levando bolivianos de volta para seu país, e trará brasileiros de volta.

Paraná, Pernambuco e Bolívia ganham novas bases da Azul

Cidades do Paraná, de Pernambuco e da Bolívia serão as próximas novas bases da Azul. Serão quatro novos destinos até o fim do ano que, somados a Rosário, Córdoba, Mossoró e São José dos Campos, levarão a Azul a...
- Advertisement -

Latest News

Segundo analistas, China não recertificará o Boeing 737 MAX tão cedo

Tendo sido o primeiro país a aterrar os MAX em 2019, a China, segundo especialistas, não deve tirar a suspensão dos jatos tão cedo.
- Advertisement -