TAP economiza bilhões ao empurrar a entrega de 15 aviões

A companhia aérea portuguesa TAP teria poupado bilhões ao postergar o recebimento de novos aviões da Airbus, como parte de sua estratégia de renegociação de contratos para mitigar os efeitos da crise na empresa. A informação foi dada pelo jornal português Dinheiro Vivo, e fala numa cifra de US$1 bilhão de dólares (mil milhão de dólares), equivalente à €851 milhões euros ou R$5,69 bilhões de reais brasileiros.

A negociação entre a TAP Air Portugal e a Airbus envolveu o ajuste na entrega de 15 jatos da família A320neo que seriam recebidos pela companhia portuguesa entre este ano e 2022. Agora, a empresa receberá estes aviões (que incluem a variante A320neo, A321neo e A321LR) entre 2025 e 2027, podendo antecipar o recebimento de acordo com a retomada dos voos ou expansão da sua malha.

Outro ponto do acordo com a fabricante francesa envolve a possibilidade de trocar os modelos, seja do A321 para o menor A320, ou o contrário, e também quem sabe para o A321XLR, o avião comercial de corredor único de maior alcance, prometido para 2023 pela Airbus.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias