TAP Air Portugal inicia aposentadoria do Airbus A340

Conforme adiantamos meses atrás, finalmente a TAP Air Portugal irá aposentar seus quadrijatos Airbus A340, marcando o fim de uma grande história.

Airbus A340 TAP
Airbus A340-300 da TAP decola de Guarulhos

As aeronaves que estavam programadas originalmente para saírem da frota em fevereiro deste ano ficaram mais tempo na TAP devido a atrasos no A330neo.

Além disso a companhia portuguesa optou por aposentar alguns A330-200ceo primeiro, como o CS-TOH nas cores da Star Alliance.

Ontem o primeiro A340-300, de matrícula CS-TOA (Fernão Mendes Pinto), fez seu último voo. A aeronave fez o bate e volta de Lisboa para Recife. Hoje o CS-TOD (Dom Francisco de Almeida) cumpre a rota Lisboa – Luanda – Lisboa antes de pendurar os calços.

Ambos os aviões seguirão amanhã para Teruel, na Espanha, onde serão desmanchados e devem ter suas peças revendidas. Sendo assim, restarão dois A340: CS-TOB (Dom João de Castro) e CS-TOC (Venceslau de Moraes), que fazem seu último voo no dia 26 de outubro, aposentando no dia seguinte.

A340 e TAP: uma longa história

Os primeiros dois A340-300 na TAP chegaram em dezembro de 1994, seguidos de mais dois em abril de 1995. Depois dos Boeings 747-200, foram os maiores aviões que a companhia portuguesa operou.

Eram figurinha carimbada em diversos aeroportos brasileiros, tendo operado em praticamente todas as cidades brasileiras que a TAP voa.

Sua antiga pintura, com a faixa vermelha e verde, tornou-se popular não apenas nos aeroportos, mas em miniaturas nas mãos da criançada.

Foram praticamente 25 anos de serviços prestados à TAP, e ao contrário das piadas em torno da sua performance não tão boa na decolagem, provou ser uma aeronave confiável.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos