TAP já recebeu € 499 milhões do acordo firmado com o Governo português

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Airbus A320 TAP Air Portugal
Imagem: Laurent ERRERA from L’Union, France / CC BY-SA

A TAP Air Portugal emitiu, nesta sexta-feira, 4 de setembro, um comunicado apresentando atualização sobre a situação do acordo firmado com o Governo português para o financiamento de auxílio neste período crítico da aviação mundial.

Segundo a nota, a Transportes Aéreos Portugueses (TAP) primeiro informa que, conforme comunicado ao mercado e ao público em geral no dia 17 de julho de 2020, foi anunciada a concessão, por parte do Estado Português, de um empréstimo remunerado a favor do Grupo TAP, no montante de até 946 milhões de euros (R$ 5,94 bilhões).

Em seguida, a TAP completa que, tendo por referência a execução do Contrato de Financiamento, vem informar que, na sequência dos desembolsos das tranches de acordo com o calendário que se encontra contratualmente previsto, já recebeu um montante total agregado de 499 milhões de euros (R$ 3,13 bilhões) ao abrigo de tal contrato. O valor representa cerca de 52,7% do total.

A TAP ainda reitera a informação de que poderá acrescer um montante adicional de 254 milhões de euros (R$ 1,59 bilhão), sem que, contudo, o Estado Português se encontre vinculado à sua disponibilização, conforme aprovado pela Comissão Europeia no Contrato de Financiamento.

Informações oficiais da TAP Air Portugal

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Avião Embraer ERJ-145 CommutAir United Express

Jatos Embraer ERJ-145 da CommutAir ganham uma renovação total em seu...

0
A empresa aérea regional americana CommutAir anunciou na segunda-feira (6) o lançamento de um esforço para atualizar e substituir