TAP deve voltar a ter avião com “Cargo” escrito em sua fuselagem

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Airbus A330-200 TAP Air Portugal
Airbus A330-200 da TAP

A companhia aérea TAP Air Portugal estaria planejando voltar a pintar a inscrição “Cargo” em um de seus jatos, em meio ao uso de aviões de passageiros como cargueiros nestes tempos de mercado aquecido pelas mudanças geradas pela pandemia.

A informação foi divulgada pelo portal português Aviação TV, que afirma que um Airbus A330-200 da companhia lusa terá seu interior adaptado com a remoção de assentos, permitindo maior capacidade de transporte de cargas, e ganhará a designação Cargo na fuselagem.

Fontes na empresa consultadas pelo AEROIN apontam que a aeronave a ser adaptada será a de matrícula CS-TON, batizada de João XXI. Um possível segundo A330-200 seria o CS-TOP, batizado de Pedro Nunes.

A TAP não mais voa com nenhum avião pintado exclusivamente para sua divisão cargueira desde que retirou de serviço o Boeing 707-300C da matrícula CS-TBJ, no final da década de 1980, segundo dados do Plane Logger.

Avião TAP Cargo Boeing 707-300C
Imagem: Pedro Aragão / CC BY-SA 3.0 GFDL, via Wikimedia Commons

A empresa aérea portuguesa já tem utilizado, assim como diversas companhias, seus aviões de passageiros para operações exclusivamente cargueiras. Os jatos, entretanto, foram utilizados em operações pontuais, principalmente levando pacotes nos porões e/ou sobre os assentos, como consequência da alta demanda de carga e baixa de passageiros.

Agora, se realmente vier a se confirmar a adaptação e pintura de uma aeronave da TAP como cargueira, esta deve passar algum tempo dedicada exclusivamente a este segmento, em mais uma demonstração de que as companhias aéreas apostam que o mercado internacional de passageiros deve demorara a se recuperar e o de cargas deve continuar a todo vapor, especialmente com a necessidade de distribuição global de vacinas de Covid-19 nos próximos meses.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Companhia aérea start-up colombiana quer voar até outubro com A320neo

0
A Ultra Air pode entrar em operação até outubro deste ano. A aérea deve voar inicialmente para 15 países e 29 destinos domésticos