Início Aviação Executiva Tela especial de jatinho capta gases do gigante motor do Boeing 777

Tela especial de jatinho capta gases do gigante motor do Boeing 777

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Um interessante vídeo foi gravado desde um jato executivo, mostrando os gases de saída do gigante motor do Boeing 777 através de uma tela especial, o HUD.

A tecnologia que é vista abaixo no vídeo é o chamado Head Up Display (HUD). O nome do dispositivo (Display de Cabeça Levantada) se deve ao fato deste display ficar exatamente na altura da cabeça do piloto, trazendo maior facilidade na visualização de informações sem precisar olhar para o painel abaixo. Utilizado originalmente em aviões militares, principalmente em caças, a tecnologia hoje já é presente em grande parte dos aviões civis de médio e grande porte, seja como item de série ou opcional.

No caso do vídeo, a imagem está sendo gravada desde o icônico jato Gulfstream G550/650, que conta com o equipamento de série. O HUD é uma tela que reúne todos os principais dados que o piloto precisa, como altitude, velocidade, rumo e taxa de razão de subida ou descida.

A grande vantagem é que essa informação é projetada numa tela translúcida, que não bloqueia a luz natural vinda de fora, permitindo conjugar as informações com a visão do terreno à frente. Isto faz com que o piloto não precise deslocar sua cabeça e/ou olhos para os instrumentos da cabine, que ficam abaixo do para-brisa como num painel do seu carro.

A tecnologia, inclusive, tem chegado a alguns veículos terrestres de luxo como a nova RAM 1500, que projeta a velocidade da camionete, limite da via e mensagens importantes como ligações, tudo diretamente no para-brisa do veículo.

Na aviação, a informação é projetada na tela especial, que é sensível aos gases em altas temperaturas, mostrando o calor que sai dos motores General Eletric GE90 do Boeing 777F da Qatar Cargo.

Motor GE90 – Imagem: GE Aviation

Estes motores são hoje os mais potentes da aviação comercial, com 115 mil libras de empuxo. Apesar de toda a potência, estes gases não são tão visíveis a olho nu, sendo possível apenas ver uma distorção causada pelo calor se estiver próximo o suficiente. Já o vídeo do HUD dá uma noção maior de tal efeito, mesmo quando o motor está em “marcha lenta” ou em baixa potência, já que o Boeing 777 estava taxiando em baixa velocidade.

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A
Sair da versão mobile