Zipair, a empresa que resolveu iniciar os voos “na marra”, mesmo sem passageiros

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A recentemente criada Zipair, subsidiária da Japan Airlines (JAL) para um transporte aéreo low-cost de longo curso (o nome é sugestivo), deveria ter iniciado operações de passageiros no segundo trimestre desse ano. Tudo estava pronto para o lançamento, mas aí a pandemia chegou e atrapalhou os planos. Ainda assim, a empresa queria iniciar operações. Veja o que ela decidiu fazer.

ZIPAIR 787 Concepção Artística
Concepção artística do 787 da ZIPAIR em voo

O fato é inusitado, uma vez que a empresa japonesa, fundada em 2018 para explorar o serviço de transporte de passageiros num modelo low-cost de longo alcance, ainda não havia realizado nenhum voo comercial. As operações deveriam oficialmente ser iniciadas em maio, após a chegada do primeiro Boeing 787.

Como o intento falhou em razão da pandemia, a empresa se viu sem alternativas e, nessa semana, solicitou ao Ministério da Terra, Infraestrutura, Transportes e do Turismos japonês para iniciar suas operações transportando carga, a exemplo do que outras empresas estão fazendo.

Um Boeing 787 está sendo adaptado para a inesperada missão. A princípio, os serviços de carga terão início a partir do dia 3 de junho. Serão quatro voos semanais, ligando o Aeroporto Narita, em Tóquio, no Japão, ao Aeroporto Internacional Suvarnabhumi, em Bangkok, na Tailândia.

Os voos semanais deverão ocorrer às quartas, quintas, sextas e sábados, conforme divulgou a empresa em comunicado.

Na carta, a empresa conta que decidiu adiar o início das operações de transporte de passageiros baseada no impacto provocado pela pandemia do novo coronavírus na aviação. A empresa também declarou que, com as companhias aéreas suspendendo voos de passageiros, a demanda atual é por serviços de carga aérea, então é para lá que ela vai se movimentar também.

Mas a Zipair não desistiu do futuro transporte low-cost e prometeu informar ao público, assim que houver uma data, a estreia das operações como elas estão descritas em seu plano de negócios.

Shingo Nishida, Presidente da ZIPAIR, disse no comunicado que, à luz da situação atual, a Empresa não pôde iniciar os voos de passageiros para Bangkok. “Assim como outras pessoas ao redor do mundo encontram novas maneiras de promover seus negócios, decidimos dar um passo adiante lançando temporariamente voos somente de carga entre o Japão e a Tailândia”.

Segundo o Flight Global, a Zipair foi criada como operadora de baixo custo da JAL e, anteriormente, havia demonstrado planos de operar uma frota de dez Boeings 787 até 2024, que lhes seriam repassados pela JAL.

O primeiro voo de passageiros para Bangkok estava planejado para maio, e em julho a Empresa pretendia iniciar operação para Seul, na Coreia do Sul.

De acordo com dados do Airfleets, a frota atual da Empresa japonesa é composta por dois Boeings 787-8 Dreamliner, transferidos da JAL entre dezembro do ano passado e fevereiro desse ano.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Comentários estão fechados.