Terceiro Airbus A330neo da Azul realiza primeiro voo de testes com duração de 4 horas

A330neo Azul
PR-ANW, ainda sem motores – Foto de Eurospot (setembro/19)

Nesta quarta-feira, 13 de novembro, foi flagrado em voo de testes sobre a região de Toulouse, onde fica a fábrica da Airbus, o terceiro dos cinco Airbus A330neo que a Azul Linhas Aéreas tem encomendados. Esse voo, que deu início à campanha de testes durou 4h22 minutos e será seguido por outros voos nas próximas semanas até que chegue o momento do “voo de aceitação do cliente” e a consequente entrega da aeronave. Todo esse processo deve levar mais de um mês até que seja concluído.

Esse exemplar receberá a matrícula PR-ANW e já está pintado nas cores padrão da empresa brasileira, assim como os dois primeiros, já recebidos no ano de 2019. Vale destacar que o quarto A330neo já está pronto há alguns meses, porém sem motores instalados, enquanto que o quinto, e último, está na linha de produção já com a cauda pintada em rosa, já que ele deve receber a tradicional pintura do Outubro Rosa, que apoia à campanha de prevenção e combate ao câncer de mama.

Primeiro voo do PR-ANW – Imagem do FlightRadar24

São cinco A330neo encomendados

Falando sobre as encomendas, a Azul tem um total de cinco aeronaves do modelo em seu pedido junto à Airbus, que devem chegar até o próximo ano. Os neo da Azul têm 298 assentos, 34 na Classe Executiva, 108 na Economy Extra e 156 na Economy, além do AirSpace by Airbus, um novo conceito de cabine que visa melhorar a experiência do usuário em voos longos. O jato é movido por dois motores RR Trent 7000. A Azul foi a primeira empresa das Américas a receber o A330neo.

O A330neo, a nova geração de aeronaves A330 da Airbus, é empregada pela companhia aérea em suas rotas internacionais entre o Brasil e a Europa e os Estados Unidos. Com muitos novos recursos e uma cabine nova, o A330neo aumenta muitoso conforto para os passageiros, além de trazer eficiência de combustível de 25% para com relação à versão anterior..

Em sua história, a Airbus já vendeu mais de 1.200 aeronaves, possuindo uma carteira de pedidos ativos de quase 600 e quase 600 em operação na América Latina e no Caribe, representando uma participação de 56% no mercado da região.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.