Terceiro Airbus A340 sul-africano passa pelo Brasil para ser estocado no deserto

Pela terceira vez em poucos dias, mais um Airbus A340 da South African passa por São Paulo a caminho do deserto californiano, onde será estocado.

Airbus A340
Jato sobrevoa neste momento o Oceano Atlântico

A aeronave que está a caminho do Aeroporto Internacional de Guarulhos neste sábado é a de matrícula ZS-SNI, é um Airbus A340-600 produzido em 2005 e desde então só voou pela South African Airways.

A expectativa é que mais seis jatos A340 passam por São Paulo até o final deste mês, incluindo do modelo menor, o A340-300. O voo de hoje é o SAA4224, com pouso estimado em Guarulhos às 15h00, decolando às 16h05 para San Bernardino, no extremo-leste de Los Angeles.

Lá a aeronave será preparada para ser estocada em Victorville, algumas milhas ao norte. O estocamento faz parte do plano de venda das aeronaves, que permanecerão neste estado até acharem um novo comprador.

Esta aposentadoria faz parte do plano de reestruturação da South African, que corre o risco de falência devido à ingerência ao longo de décadas, onde sempre dependeu de subsídios e investimentos do governo local, que é dono da empresa.

Inclusive neste mês será a última oportunidade de ver a companhia aérea sul-africana no Brasil, já que ela encerra as operações no próximo dia 29, com o último voo São Paulo – Joanesburgo.

Para acompanhar o jato pelo FlightRadar24 clique aqui ou aqui. Lembrando que a aeronave só estará “online” quando estiver mais próximo ao continente, dado a falta de cobertura de receptores ADS-B no meio do oceano.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Avião Boeing 737-800 Copa

Rio de Janeiro volta à malha da panamenha Copa Airlines em...

0
A Copa Airlines continua apostando no mercado brasileiro. A partir do dia 19 de outubro, o Rio de Janeiro passa a ter três voos semanais da companhia