Time do Bayern é impedido de decolar para o Catar e passa a noite em solo no avião

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Airbus A350-1000 Qatar Airways
Airbus A350-1000 da Qatar – Imagem: Pedant01 / CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Os integrantes do time de futebol do Bayern de Munique, que, assim como os do Palmeiras, disputarão nos próximos dias o Mundial de Clubes no Catar, passaram a noite em solo dentro do avião que os levaria da Alemanha para o país do Oriente Médio nesta virada de sexta-feira (05) para sábado (06).

Segundo reporta a mídia alemã, o Bayern embarcou no Airbus A350-1000 da Qatar Airways no Aeroporto Brandenburg, em Berlim, nas últimas horas da sexta-feira, mas o avião foi impedido de decolar após ter ultrapassado o horário limite de funcionamento do aeroporto, que fecha à meia-noite.

O time de futebol chegou a conseguir adiantar o horário de seu último jogo em Berlim na noite da sexta, para que houvesse mais tempo para chegar ao aeroporto, porém, devido às condições meteorológicas adversas, o A350-1000 ficou coberto de neve e precisou passar pelo processo de aplicação de fluido para de-gelo, ficando pronto para decolagem apenas às 23h59.

Nas horas subsequentes, todos os integrantes do Bayern permaneceram dentro da aeronave enquanto a diretoria solicitava uma liberação excepcional de decolagem, porém, as autoridades do aeroporto não permitiram a exceção.

Por fim, somente às 6:52 da manhã do sábado, já com o aeroporto de volta à ativa, o A350 de matrícula A7-ANB foi capaz de partir, porém, ainda havia outro empecilho ao voo.

Com o atraso de mais de 6 horas na partida de Berlim, a tripulação atingiu seu limite de jornada de voo, precisando fazer uma parada em Munique para troca dos profissionais.

O A350-1000 deslocando-se até Munique antes de ir ao Catar – Imagem: FlightRadar24

Finalmente, às 9:16 da manhã o time conseguiu partir com destino ao Catar, chegando sem novas intercorrências.

“Sentimo-nos totalmente enganados pelas autoridades responsáveis ​​na política de Brandemburgo”, disse o CEO do Bayern, Karl-Heinz Rummenigge. “Os responsáveis ​​não têm ideia do que fizeram à nossa equipe com isso.”

O Bayern enfrentará o egípcio Al Ahly na segunda-feira, 8 de fevereiro, enquanto o Palmeiras enfrentará o mexicano Tigres no domingo, 7. Os vencedores das duas partidas se enfrentarão na grande final do Mundial na quinta-feira, dia 11.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias