Toque e arremetida de Airbus A320 em Guarulhos são registrados em vídeo

Momento do toque do A320, em cena do vídeo a seguir

Uma sequência de aproximação, toque e arremetida de um avião Airbus A320 foi registrada em vídeo no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, mostrando em detalhes o procedimento visto na última terça-feira, 20 de julho.

Conforme a gravação acima, registrada pela transmissão ao vivo do canal “SBGR LIVE” do YouTube, o procedimento aconteceu às 11h05 locais da terça-feira, quando o Airbus A320 registrado sob a matrícula PR-MHP chegava no voo de número TAM-3765, proveniente de Chapecó (SC).

Em geral, muitas pessoas temem as arremetidas dos aviões, porque têm em mente a ideia de que se trata de uma situação ruim, perigosa, indicando algo muito errado com a segurança do voo e/ou da aeronave.

Esse pensamento, entretanto, é muito equivocado. Como você vê no vídeo acima e nas explicações a seguir, trata-se de um procedimento padronizado e muito treinado pelos pilotos, com o objetivo exatamente oposto, ou seja, de dar muito mais segurança.

Na gravação, nota-se o Airbus A320 aproximando-se para pouso pela cabeceira 09R do Aeroporto de Guarulhos. Então, instantes após a aeronave fazer o toque das rodas de seu trem de pouso principal na pista, o piloto aplica potência e volta a colocá-la em voo, executando a arremetida.

O registro é bastante interessante para notar aspectos da operação, como, por exemplo, a abertura dos spoilers na parte superior (extradorso) das asas, que ocorre automaticamente assim que os sistemas da aeronave identificam a compressão do trem de pouso diante da aplicação do peso do A320 no pouso.

Estas “placas” que se levantam na asa neste momento do pouso têm a função de aumentar o arrasto para ajudar a reduzir a velocidade, bem como de reduzir a sustentação das asas para ajudar o avião a “se assentar” logo na pista.

Na sequência, porém, diante da opção dos pilotos pela não continuidade do pouso, em poucos instantes os spoilers são baixados, uma vez que na arremetida deseja-se voltar a ter mais velocidade e mais sustentação para alçar voo novamente.

Mas, afinal, por que esse procedimento foi feito pelos pilotos para dar mais segurança, se o avião já havia até tocado na pista?

Bem, a opção pela arremetida é feita pelo piloto sempre que ele considera que a situação não é ideal para o pouso, seja ela ainda no ar durante a aproximação ou depois de já estar no chão sobre a pista.

Não é possível definir o que causou essa arremetida do Airbus A320 do vídeo. Somente os próprios pilotos a bordo podem dizer o motivo, como, por exemplo, uma aproximação desestabilizada ou uma desestabilização momentânea causada por uma rajada de vento, entre outros motivos.

Mas é possível afirmar que, quando você estiver a bordo de um avião e ele arremeter, você possivelmente estará diante de uma ação tomada com o objetivo de garantir uma nova aproximação e pouso ainda mais seguros, conforme o julgamento e o treinamento daqueles que estão aos comandos do voo.

Para você entender ainda melhor tudo que envolve essa decisão de arremetida dos pilotos, acompanhe a seguir um vídeo publicado pela piloto brasileira de Boeing 737, Tati Mônico, que aborda exatamente este aspecto:

Conforme o registro de rastreamento de radar na imagem a seguir, após a arremetida em Guarulhos o Airbus A320 efetuou uma volta e um novo procedimento de aproximação, completando seu pouso em segurança sem qualquer intercorrência.

O Airbus A320 fazendo a volta após a arremetida – Imagem: RadarBox

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias