Trator atinge Airbus A321neo e deixa fuselagem bastante danificada

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Um Airbus A321 teve sua fuselagem bastante danificada após mais um incidente de colisão com veículo de solo, algo que parece ter se tornado mais frequente ao longo deste ano talvez pela maior quantidade de aeronaves paradas nos aeroportos.

Dessa vez, a ocorrência cujos danos você viu no vídeo acima se deu no Aeroporto Internacional Frankfurt am Main, na Alemanha, no último domingo, 20 de dezembro. A aeronave envolvida é o A321neo registrado sob a matrícula VP-BOQ, operado pela companhia aérea russa Ural Airlines.

A empresa tem apenas duas unidades deste modelo, sendo VP-BOP o registro do outro jato, e ambos têm sido usados para voos ligando China, Rússia e Europa (o BOP para Amsterdã e o BOQ para Frankfurt), conforme registros do FlightRadar24.

Avião Airbus A321neo Ural Airlines
VP-BOP, o A321neo que continua voando – Imagem: N509FZ / CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Voos do A321neo VP-BOP entre China, Rússia e Amsterdã – Imagem: FlightRadar24

Voos do A321neo VP-BOQ entre China, Rússia e Frankfurt – Imagem: FlightRadar24

Segundo o portal russo E1.RU, a companhia aérea informou em comunicado que a aeronave estava no pátio, em processo de preparação para voo, quando a superfície inferior da seção traseira da fuselagem foi danificada pelo trator de um carrinho de bagagem.

A aeronave segue fora de serviço até a publicação desta matéria nessa terça-feira, 22 de dezembro, uma vez que o grau dos danos está sendo avaliado pelo pessoal técnico da Ural Airlines e o jato ainda passará por reparos antes de voltar aos voos comerciais.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Piloto preso após postar vídeos íntimos de comissária de voo é...

0
Um ex-piloto da United Airlines, que cumpriu pena em uma prisão federal americana, por postar fotos e vídeos íntimos de uma comissária