Turboélice ATR saiu da pista durante pouso, veja imagens e informações do incidente

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Informações e imagens divulgadas desde o final do dia de ontem, 26 de novembro, mostram que um avião turboélice ATR não conseguiu completar seu pouso da maneira correta e acabou fora da pista na quinta-feira.

Imagem: Renee Kusugak via AvHerald

A aeronave envolvida pertence à companhia aérea canadense Calm Air, mas não há informações confirmadas sobre sua matrícula de registro. Sabe-se apenas que é um dos ATR 42 da frota da empresa, que tem sete unidades deste modelo, além de mais cinco do ATR 72 e um Dornier Do-328, segundo dados do Planespotters.

A própria companhia divulgou um comunicado em suas redes-sociais na data de ontem, fornecendo mais detalhes sobre a saída de pista (Runway Excusrion). Segundo a mensagem, aproximadamente à 1h30 p.m. de hoje (ontem) no horário local, um voo de carga operado pela Calm Air (Voo Calm Air 464) saiu da pista no Aeroporto Naujaat em Nunavut.

A empresa ainda informa que não havia passageiros a bordo e que a tripulação estava passando por avaliação médica, e que comunicou o incidente à autoridade de transportes do Canadá e ao Comitê de Segurança dos Transportes do país.

Comunicado da empresa aérea sobre o incidente

Imagem: Renee Kusugak via AvHerald

Segundo informações meteorológicas (METAR) obtidas e publicadas pelo The Aviation Herald, nos horários próximos ao do incidente havia vento de até 10 nós (18,5 km/h) desalinhado em cerca de 40º em relação à pista 16/34, a visibilidade era boa, em torno de 15 milhas (24 km), e as temperaturas eram bastante negativas.

METAR CYUT:
261934Z 02006KT 15SM SCT150 BKN240 M23/M26 A2965 RMK AC3CI3 SLP047=
261900Z 02010KT 15SM FEW150 BKN230 M23/M27 A2965 RMK AC2CI4 SLP047=

Aeroporto Naujaat Canadá
Aeroporto de Naujaat – Imagem: Tristan in Ottawa / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

Até a publicação desta matéria, não há informações conhecidas sobre relatos do motivo da saída de pista, se causada, por exemplo, por uma derrapagem em função de gelo na pista, por uma assimetria de potência na reversão das hélices ou por outro fator.

Um incidente parecido foi gravado por um passageiro algum tempo atrás, a bordo de um Embraer 145 que derrapou e acabou fora da pista em um pouso em condições de pista com gelo. Você pode rever o vídeo clicando aqui ou na matéria abaixo:

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias