Turbulência em voo da Avianca faz passageiros baterem a cabeça no teto do avião

Avianca Interior

Passageiros da Avianca passaram por momentos de tensão num voo entre a Costa Rica e a Colômbia, que passou por uma severa turbulência.

O Airbus A319 de matrícula N703AV estava fazendo o voo AV693 de San José na Costa Rica para Bogotá na Colômbia, com 108 passageiros e 5 tripulantes. A aeronave estava em cruzeiro na altitude de 35.000 pés e o serviço de bordo já tinha sido iniciado, quando uma forte turbulência atingiu o jato.

A movimentação vertical do ar foi tão forte que alguns passageiros (que não estavam usando cintos) bateram a cabeça no teto. Segundo o jornal colombiano TeleDiario, a aeronave perdeu 400 pés (121 metros) de altitude abruptamente, indo para a altitude de 34.600 pés. Dados do radar obtidos pelo site Aviation Herald indicam que o avião virou 25º à direita e também houve variações de velocidade entre 412 e 516 nós.

Trajetória do voo no FlightRadar24

O estrago foi tão grande que era possível ver marcas de sangue no teto da aeronave, além de uma grande bagunça na galley traseira.

Após o incidente a aeronave fez um desvio e se dirigiu para a Cidade do Panamá, onde pousou normalmente 30 minutos depois, para que os passageiros pudessem ser atendidos.

A Avianca informou que um passageiro e três tripulantes foram levados a um hospital com ferimentos leves. O restante dos passageiros seguiu no voo AV59 para Bogotá normalmente.

Avianca Galley

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.