Início Acidentes e Incidentes Turbulências: entenda o que é feito para as viagens aéreas ficarem mais...

Turbulências: entenda o que é feito para as viagens aéreas ficarem mais seguras

Imagem: Victor Freitas, via Pexels

A chamada “turbulência de céu claro” é o movimento de ar criado por pressão atmosférica, correntes de jato, deslocamento de ar ao redor de montanhas, frentes frias e quentes ou tempestades.

Como ela pode ser um evento inesperado e pode acontecer quando o céu parece estar limpo e tranquilo, a turbulência de céu claro pode causar uma sacudida repentina em um avião, o que pode ferir passageiros e tripulantes de voo que não estejam presos ao cinto.

Assim, a Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA) tem uma longa história de trabalho com empresas aéreas para prevenir lesões por turbulência. Esses esforços, apesar de advindos da agência americana, são totalmente recomendáveis aos passageiros e empresas em qualquer parte do mundo, portanto, são de grande valia a todos os envolvidos nas operações aéreas. Os esforços se concentram em:

Reduzindo a probabilidade de turbulência em aeronaves comerciais

Maior usabilidade e quantidade de informações:

– Trabalhando para modernizar o Pilot Report System (PIREPS), onde os pilotos comunicam as condições meteorológicas;

– Melhorando os recursos de automação para permitir que pilotos e controladores de tráfego aéreo entrem e compartilhem relatórios digitalmente, em vez de ter que fazer isso verbalmente;

– Incentivando os pilotos a arquivar mais relatórios.

Usando mais dados no despacho:

– Treinamento para controladores de tráfego aéreo sobre a importância de solicitar e divulgar PIREPs de forma proativa;

– Controle de tráfego aéreo usando automação e exibições de dados para orientar aeronaves em torno de sistemas meteorológicos;

– Promover o compartilhamento de informações em tempo real entre o piloto e o despachante, e incluindo as turbulências nas informações meteorológicas.

Reduzindo o risco de ferimentos aos passageiros e tripulantes quando um avião passa por turbulência

– Trabalhar com as transportadoras aéreas para projetar um programa de treinamento para prevenir ou mitigar lesões por turbulência em comissários de bordo;

– Incentivar as transportadoras a fazer modificações na cabine, como alças ou dispositivos de retenção, que aumentam a estabilidade dos passageiros enquanto se deslocam pela cabine.

Melhorando a educação dos passageiros para aumentar a conformidade do cinto de segurança

– Incentivar as transportadoras aéreas a desenvolver e implementar práticas para melhorar a conformidade dos passageiros com as instruções dos membros da tripulação sobre assento e cinto de segurança, tais como apresentações de vídeo e aumento na rapidez de anúncios quando ocorrer turbulência.

– Aumento da prontidão e clareza quando a tripulação de voo comunica os riscos de turbulência.

Informações da FAA

Sair da versão mobile