Uganda Airlines encomenda Airbus A330-800neo e Bombardier CRJ900

Em maio deste ano reportamos aqui no AeroIN que a Uganda Airlines poderia salvar o projeto A330-800neo, que teria ficado sem clientes após a desistência da Hawaiian Airlines, fato que se concretizou hoje no Farnborough International Airshow.




A companhia africana assinou um contrato de entendimento para a compra de duas aeronaves A330-800neo da Airbus, que serão configurados para 261 passageiros: 20 na Executiva, 28 na Econômica Premium e 213 na Econômica.

Antes mesmo do anúncio da venda para a Uganda Airlines, a Airbus confirmou a certificação e produção do A330-800neo, que inclusive utilizará os motores do primeiro A330-900neo da TAP o qual tivemos a oportunidade de voar.

E logo após anunciar a compra do A330neo, a Uganda Airlines celebrou um contrato com a Bombardier para a aquisição de quatro jatos regionais Bombardier CRJ900, em um negócio avaliado em $190 milhões de dólares em valores de tabela.

As aeronaves contarão com daus classes: Primeira Classe e Econômica respectivamente com 12 e 64 assentos. Atualmente existem 21 operadores de CRJ na África voando 58 aeronaves.

Apesar da Airbus não ter participação nenhuma no projeto CRJ da Bombardier, rumores apontam que a compra das duas aeronaves foi negociada em conjunto, sendo o primeiro caso do tipo.

Pela Assessoria de Imprensa da Airbus e da Bombardier

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos