Último voo de um Boeing 747 na história da British Airways dura rápidos 21 minutos

Avião Boeing 747-400 Jumbo British Airways BOAC
Imagem: John Taggart / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

Após retirar de operações comerciais todos os seus Boeings 747-400 em decorrência dos impactos da Pandemia da Covid-19, a companhia aérea inglesa British Airways, uma das mais tradicionais operadoras do modelo no mundo, realizou hoje, 11 de dezembro, o último voo do Jumbo em sua história.

Conforme apresentamos no início deste mês, a companhia decidiu preservar mais dois 747s além do que era esperado, sendo eles os que ostentam pinturas retrôs alusivas a outras épocas da operação do clássico avião em sua frota.

O primeiro deles foi o Jumbo de matrícula G-BNLY, com a pintura clássica que a empresa utilizava nos anos 80, logo após a sua privatização, e desenvolvida pela conceituada firma Landor. Ele será preservado no Aeroporto de Dunsfold Aerodrome, no sudoeste de Londres, que já é famoso pela gravação de cenas do programa automotivo Top Gear.

O último voo deste exemplar aconteceu no último dia 5, saindo de Cardiff, onde estava armazenado desde que saiu das operações comerciais. O pouso em Dunsfold foi registrado em vídeos:

O último voo do G-BNLY no dia 5 – Imagem: FlightRadar24

O outro 747-400 que será preservado é o G-BYGC, pintado nas cores da BOAC, a British Overseas Airways Corporation, que antecedeu a própria British Airways. Esse Jumbo ficará no Parque Empresarial Bro Tathan, em St Athan, e foi hoje trasladado do aeroporto em que estava armazenado para o parque empresarial, que são bastante próximos.

O derradeiro voo do jato, que é também o último do modelo na história da British Airways, levou 21 minutos, apenas o tempo necessário para o percurso de afastamento de um aeroporto e aproximação para o outro.

O último voo do último 747 da British hoje – Imagem: FlightRadar24

Veja no vídeo a seguir imagens da decolagem e do pouso do Jumbo, que contou com batismo de jatos de água na chegada:

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias