Um dos dois únicos Boeing 747-8 da Qatar virá ao Brasil para levar uma carga valiosa

Um dos raros jatos Boeing 747-8 da Qatar Airways virá ao Brasil pela primeira vez, levar uma carga potente e valiosa.

© Kwok Ho Eddie Wong

A empresa árabe tem uma significativa frota de aviões de grande porte, que vão dos Airbus A380, o maior avião de passageiros do mundo, até dezenas de Boeing 777, A350, 787, mas no setor de carga a empresa conta com apenas dois Jumbos, do modelo 747-8F.

Que aviões são esses

As duas aeronaves, de matrícula A7-BGA e A7-BGB, foram parte de uma compra de oportunidade, já que foram pedidos de outras empresas aéreas que não quiseram o modelo, seja por motivos financeiros ou operacionais.

Os jatos ficaram um bom tempo parados, inclusive o A7-BGA ficou 4 anos sem um novo dono, sendo utilizado para “estampar a famosa Camisa 12 da NFL” enquanto isso, até que, depois, foi para o Golfo Árabe onde está até hoje.

Apesar da Qatar ser uma empresa estatal e sua identidade visual ser usada pelo governo, que conta com uma frota três jatos 747 executivos utilizados pelos monarcas do país, os pilotos da empresa aérea não pilotam os aviões VIP, ficando apenas uma seleta turma de aviadores que voam os dois 747-8 da empresa. Nesta turma estão, inclusive, brasileiros.

Normalmente a dupla de Jumbos realiza voos apenas na Eurásia, conectando as metrópoles europeias com as cidades portuárias do sudeste asiático, passando pelo hub da Qatar em Doha.

A Carga do Brasil

Eis que um desses dois 747 virá ao Brasil em pouco menos de um mês, para buscar uma carga valiosa e muito potente: os carros da Fórmula 1.

O Grande Prêmio de São Paulo será disputado no dia 14 de novembro no Autódromo de Interlagos, sendo que a próxima etapa será exatamente no Catar, no dia 21 do mesmo mês.

Divulgação – Aeroportos Brasil Viracopos

Para levar os carros, a Qatar decidiu enviar um de seus 747-8. O valor de cada carro é estimado em $12 milhões de dólares novo (R$66 milhões), considerando apenas o custo da sua produção, sendo em torno de 80% deste valor apenas referente ao motor da máquina.

Nunca foi revelado exatamente quantos carros da F1 cada jato leva, já que também são transportados os equipamentos das equipes, os Safety Car e outros, além do que algumas Escuderias levam eles inteiros e outras desmontados. Mas estima-se que sejam ao menos 7 carros em cada avião, totalizando aí por volta de R$462 milhões em cargas, apenas dos veículos.

Os horários

Juntamente com o Boeing 747-8F, três jatos 777F irão fazer o deslocamento de toda comitiva da Fórmula 1 de São Paulo para Doha. Segundo os slots (par de horário de pouso e decolagem) solicitados pela Qatar no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, os voos ocorrerão no dia 15 de novembro.

Avião Boeing 747-8F Qatar Cargo
Divulgação – Boeing

O Boeing 747-8 sairá de Doha com o número de voo QR-8157, faz uma parada em Luxemburgo e pousa em Viracopos às 17h15 do dia 15. O Jumbo faz uma rápida parada e decola às 19h45 para Acra, em Gana, como QR-8841, de onde depois segue para Doha.

Já os 777F vêm em horários diferentes, oriundos de Liége, Cidade do México e Luxemburgo, pousando às 06h00, 12h10 e 14h35, respectivamente. A decolagem será sempre para Gana, saindo às 8h25, 14h20 e 16h35.

Todos os horários acima são locais (Brasília) e estão sujeitos a mudanças, para mais ou para menos, sempre sendo válido acompanhar os aviões em ferramentas como o RadarBox.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Vêm à tona fotos do desgaste na pintura do A350, o...

0
Há vários meses, a mídia mundial noticia uma disputa entre a Qatar Airways e a Airbus sobre problemas na pintura do moderno jato A350.