Uma dúzia de Airbus A320 da Air India não consegue decolar porque não tem motores

Imagem: Laurent ERRERA / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia

A Air India, uma companhia aérea de capital público, está pronta para iniciar seu processo de privatização. Nesse contexto, relata nosso parceiro Aviacionline, mais de uma dezena de aeronaves estiveram em solo — há alguns anos — aguardando a troca de seus motores, tarefa que a companhia aérea não pôde realizar por motivos econômicos. 

De acordo com o que uma fonte disse ao Hindustan Times, “pelo menos 12 aeronaves Airbus 320 estão fora de operação. A companhia aérea precisa de mais de US$ 150 milhões para colocá-los em operação. É improvável que isso aconteça, considerando que o processo de privatização está em andamento”.

Como a companhia aérea está quase pronta para entrar em mãos privadas, se esses aviões voltarão ou não a operar dependerá do resultado do acordo com o novo proprietário.

“A menos que apareça um licitante, o destino dessas aeronaves permanecerá indefinido”, acrescentou a fonte. A licitação está prevista para ser concluída em 15 de setembro e prevê a venda de 100% da participação do governo na companhia aérea.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias