United Airlines está considerando aposentar os Boeing 757 e 767

Após ver a receita da empresa cair mais de $100 milhões de dólares por dia, o presidente da United anunciou mais medidas, dessa vez considerando antecipar a aposentadoria de alguns jatos mais antigos da Boeing.

Boeing 757 United
Boeing 757-300 em aproximação para Los Angeles, Califórnia

O presidente Scott Kirby informou aos funcionários por vídeo-chamada que a empresa está perdendo uma vultosa receita diariamente, dada a redução de 70% nos voos neste mês de abril, por razões óbvias, causadas pela pandemia do novo coronavírus. Scott também afirmou que está contando com $25 bilhões vindos do pacote oferecido pelo governo federal dos Estados Unidos, que serão repassados aos empregados das empresas aéreas.

“Se nós queremos voltar fortes, voltarmos como uma empresa líder na aviação depois que isso passar, teremos que ter flexibilidade” afirmou o executivo, antes de anunciar o corte de modelos de aviões mais antigos.

Para tanto, os jatos Boeing 757 e 767 da empresa deverão ser os primeiros a sair da frota, afirmou Scott. O anúncio foi posteriormente reportado pelo portal ThePointsGuy.

O presidente não deu datas e nem detalhes, mas também afirmou que o Airbus A320 deve ser o próximo da fila, após a família 757 e 767.

História na United

O raro Boeing 767-400ER da United, aqui pousando em Guarulhos com a pintura especial da Star Alliance

Os Boeings 757 começaram a chegar na empresa em 1989, seguido pelos 767, em 1991. Desde então, United tem usado eles como “pau para toda obra”, fazendo voos domésticos, internacionais e intercontinentais.

No Brasil, o Boeing 757 nunca foi operado pela asas da United, já o 767 tem sido por anos o principal avião a voar para cá, operando para o Rio de Janeiro e São Paulo, e num passado mais distante, para Belo Horizonte – Confins.

São ao todo 72 jatos 757 das variantes -200 e -300, e 54 unidades do 767 das versões -300ER e o raro -400ER. No passado, a empresa também operou com o 767-200ER.

O martelo ainda não está batido, mas é certa a antecipação da aposentadoria destes jatos, sendo a única pergunta restante “quando será o último voo”.

Com esta medida, a United aponta para uma padronização de frota com os Boeings 737 MAX 8, 9 e 10, além do Airbus A321XLR para a frota de corredor único. Já para os grandes widebodies de duplo corredor será padronizada com os Boeing 787 Dreamliner e 777X.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Aeroporto Internacional de Viracopos

Polícia Federal investiga tráfico internacional de drogas pelo aeroporto de Campinas

0
A Polícia Federal faz hoje (1º) a Operação Lavaggio III para investigar acusados de enviar drogas para a Europa pelo Aeroporto de Viracopos