United Airlines quer obrigar funcionários a tomarem a vacina

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A United Airlines quer tornar a vacina da Covid-19 obrigatória para sua força de trabalho, desde que não seja a única empresa a fazê-lo, disse o CEO Scott Kirby aos funcionários em uma reunião virtual na quinta-feira, 21 de janeiro, reportada pelo The Wall Street Journal.

Se outras empresas começarem a exigir a vacina, a United, com sede em Chicago, provavelmente estará entre as primeiras a fazê-lo, disse Kirby. Mas ele não acha que a companhia aérea deve ser a única a exigir que os funcionários tomem a vacina. “Precisamos de alguns outros para mostrar liderança”, disse ele. “Acho que a coisa certa a fazer é a United Airlines, e outras empresas, exigirem as vacinas e torná-las obrigatórias”, disse ele, segundo uma transcrição fornecida pela empresa.

A Comissão de Oportunidades Iguais de Emprego dos EUA determinou que os empregadores podem exigir que os trabalhadores tomem a vacina, embora os trabalhadores possam recusar devido a uma deficiência ou crença religiosa verdadeira e comprovada.

Várias empresas disseram que vão incentivar fortemente os funcionários a se vacinarem e, em alguns casos, oferecem incentivos, mas não planejam tornar as vacinas obrigatórias. Entre outras, a American Airlines disse que incentivará os funcionários a tomarem a vacina, mas não pretende torná-la obrigatória, a menos que as vacinas sejam exigidas para entrar em determinados destinos para os quais a companhia aérea viaja.

A Delta Air Lines não comentou sobre a obrigatoriedade, mas disse que está trabalhando com os estados para entender como os funcionários serão priorizados na distribuição da vacina e defende que os funcionários da linha de frente sejam considerados trabalhadores essenciais.

Obrigatória ou não, os funcionários das companhias aéreas poderão em breve ter acesso à vacina. A tripulação de voo está entre os trabalhadores essenciais qualificados para recebê-lo na próxima fase de distribuição de Illinois, que deve começar na segunda-feira.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias