United considera Airbus A321XLR para substituir Boeing 757

A United Airlines finalmente pode se render as graças do Airbus A321: o presidente da companhia afirmou que a companhia está analisando a substituição dos atuais 757 com novos A321 modificados.

Boeing 757 da United em Lisboa

O CEO Scott Kirby revelou a informação para empregados em um vídeo para os funcionários da empresa.

“Nós sentimos bem com o espaço entre a frota narrowbody e widebody. Mas precisaríamos 30 a 40 aviões para substituir o 757 e o 767, mas ainda não temos a resposta. A estratégia de substituição será uma solução multifacetada” declarou o CEO em alusão a mais de uma aeronave para substituir os antigos Boeings.

Scott se refere que a solução atual para os 127 Boeings 757 e 767 é a substituição por sub/super-utilização do 737 MAX 10 e o 787-8 Dreamliner. Porém desses 127, 40 operam em rotas que tanto o MAX 10 como o Dreamliner se encaixam.

A United Airlines é a única aérea tradicional dos EUA a não utilizar o A321 em sua frota. As concorrentes tradicionais American e Delta substituiram o 757 parcialmente pelo A321ceo/neo. Já as low-costs JetBlue, Spirit e Frontier fazem do Airbus A321 um money-maker.

Muitas aéreas nos EUA e no globo ainda esperam o lançamento do suposto Boeing 797, que entraria nesse mercado que existe entre o 737 e o 787 (ou entre o A321 e o A330).

Uma decisão da Boeing sobre o novo avião é esperada para o Paris Air Show em junho próximo. Porém atrasos no projeto e a maior crise da história da fabricante causada pelo 737 MAX estão atrasando a decisão final.

Enquanto isso a Airbus estuda o suposto A321XLR, que seria uma versão modificada do A321 atual com novos motores e peso máximo de decolagem aumentado para mais passageiros e/ou combustível.

A fabricante européia porém também espera ver quais serão os próximos passos da Boeing antes de tomar uma decisão própria.

Com informações da Flight Global

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias