Veja o que a Embraer diz sobre suas entregas de aviões após o anúncio da Azul

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Embraer E195 E2
Imagem: Embraer

Após o anúncio oficial da Azul na quarta-feira, 13 de maio, sobre o adiamento das entregas dos jatos E2 produzidos pela Embraer, a fabricante brasileira falou sobre sua posição a respeito do assunto.

A manifestação da empresa baseada na capital nacional da aviação, São José dos Campos/SP, ocorre logo após o CEO da Azul, John Rodgerson, falar que “esse acordo com a Embraer para adiar as próximas entregas de aeronaves começando em 2024 é um componente importante do plano de recuperação da companhia”.

John declarou que os aviões que a Azul deveria receber entre 2020 e 2023, de sua encomenda restante de 59 unidades da família E2, precisarão ser atrasados para 2024 em função da baixa demanda da crise mundial da aviação, e a consequente necessidade de liquidez (dinheiro em caixa) da companhia aérea.

Após o anúncio da Azul, a Embraer informa que, apesar dos adiamentos, até o momento não registra cancelamentos de entregas por parte de seus clientes, mas apenas revisões do fluxo de entregas. O posicionamento oficial da empresa é o descrito a seguir.

“Como resultado da crise sem precedentes no transporte aéreo em virtude do surto de COVID-19, alguns clientes solicitaram à Embraer a revisão do fluxo de entregas de aeronaves para se adaptar à nova realidade. Embora as mudanças afetem as entregas projetadas em 2020, não houve nenhum cancelamento.

A aviação regional tem sido um elemento-chave para manter os serviços essenciais e a malha aérea durante a crise e já é possível observar algumas companhias aéreas retomando gradualmente os voos comerciais usando E-Jets. A Embraer continua a apoiar totalmente seus clientes e está confiante de que o E-Jets terão um papel essencial na recuperação do setor aéreo.”

A informação da fabricante brasileira vai ao encontro do anúncio recente da holandesa KLM, uma importante companhia aérea no cenário europeu, que colocou sua frota de jatos Embraer na missão de retomar os voos para diversos destinos partindo de Amsterdã. Veja mais detalhes na matéria abaixo.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Avião do Mickey Mouse decola rumo ao Brasil para ser parte...

0
Por volta das 4h20 da madrugada desta terça-feira (21), decolou de Toulouse o Airbus A320neo de matrícula PR-YSH (msn 10582) em seu voo