Venezuela obriga companhias aéreas a aceitarem criptomoeda Petro como forma de pagamento

O Petro, a criptomoeda nacional da Venezuela, foi recentemente lançada pelo país. Desde o lançamento oficial anunciado pelo presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, o Petro recebeu grande apoio da Maduro. Desta vez, Maduro decidiu estender esse apoio ordenando que as companhias aéreas começassem a aceitar o Petro.




O anúncio oficial não foi feito desta vez por Maduro, mas por Carlos Vargas, o superintendente da criptomoeda. Vargas disse que as companhias aéreas podem aceitar o petróleo e outras criptografia como método de pagamento. Claro, a ordem veio de Maduro. Vargas afirmou que o movimento foi feito conforme instruído pelo presidente da Venezuela.

Vargas compartilhou as notícias em uma publicação do Twitter:
Seguindo as instruções do presidente Nicolas Maduro, as companhias aéreas podem vender passagens em vôos domésticos e internacionais em Petro e outras criptomoedas.

Esta não é a primeira ordem deste tipo anunciada pela Venezuela. Há algumas semanas, Maduro anunciou que algumas empresas estatais terão de usar o Petro quando comprarem e venderem produtos e serviços.

 
Com informações do E-Money.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.