Início Empresas Aéreas Venezuelana Conviasa terá exóticos voos para Rússia e Irã começando em dezembro

Venezuelana Conviasa terá exóticos voos para Rússia e Irã começando em dezembro

Andres Ramirez via Wikimedia Commons

A empresa aérea nacional venezuelana Conviasa se prepara para expandir suas operações internacionais de longo curso com novas rotas para a Rússia e Irã, começando em dezembro. O anúncio foi feito pelo vice-ministro de Transporte Aéreo do Ministério do Poder Popular presidente da Conviasa, Ramón Velásquez Araguayán, informou o Ultimas Noticias.

“Prevemos para a primeira semana de dezembro a abertura formal de voos para Moscou e Teerã, estamos vendo se projetamos também Itália, Portugal e China, além dos países de língua espanhola”, disse.

Uma simulação conduzida pelo AEROIN verificou que as novas rotas ainda não constam disponíveis para reserva no site da empresa aérea.

Mais três A340-500

Para atender a essas rotas, o vice-ministro informou que a empresa usará seu avião Airbus A340-300, recém-adquirido da também venezuelana Avior, além do Airbus A340-200 que já pertencia à frota.

“Conseguimos comprar um avião Airbus A340-300, que já pagamos. Esse segundo avião, se Deus quiser, deve estar pronto para voar na terceira ou quarta semana de novembro”, disse. Além disso, Velásquez comentou que a Conviasa também planeja adquirir três aeronaves Airbus A340-500, que atenderão a essa demanda de passageiros por viagens ao exterior.

Rota polêmica

Atualmente, a Conviasa está na lista de empresas sancionadas pelo Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, que limitou consideravelmente a capacidade de seus voos. Em fevereiro, 40 aviões da empresa foram incluídos na lista de sanções. Além disso, os EUA há anos contestam os voos ligando Venezuela ao Irã, alegando contrabando de ouro, armas e drogas, que alimentam a ambos os regimes de Caracas e Teerã, apelidando a rota de “aeroterror”.

Anos atrás, a empresa já havia voado “regularmente” para Irã e Síria, mas as passagens nunca estiveram à venda. Antes da pandemia iniciar, a Conviasa tinha planos de voar para Teerã e Damasco a partir de março de 2020 e as passagens chegaram a ser colocadas à venda, mas foram removidas dias depois.

Os voos para a Rússia são uma novidade e foram anunciados um par de meses atrás durante um evento conjunto entre os dois países em Caracas, quando Maduro prometeu criar a ligação com a nação-amiga.

Sair da versão mobile