Em vídeo e fotos, Airbus mostra primeiro A220 da Air Canada com a bonita pintura concluída

A Airbus apresentou hoje (08) o primeiro A220 pintado nas cores da Air Canada. A conclusão da pintura representa um marco antes da primeira entrega do modelo para a companhia, prevista para ocorrer em dezembro.

Air Canada Primeiro A220 Pintado
Primeiro Airbus A220 da Air Canada – Imagem: Airbus

A aeronave tem registro C-GROV e está pintada no novo esquema apresentado pela Air Canada em 2017, que possui a fuselagem branca, a cauda preta com o logotipo da folha vermelha típica do Canadá e as nacelas do motor também pretas. Apesar de simples, a combinação de preto, branco e vermelho tem caído muito bem nas aeronaves.

Agora, a Airbus transfere o A220-300 da oficina de pintura da empresa em Mirabel, no Quebec, para a divisão de linha de voo de Mirabel. Lá, a Airbus preparará a aeronave para sua primeira decolagem, informou a fabricante em comunicado.

A Air Canada, companhia aérea com sede em Montreal , é a única canadense a encomendar as aeronaves fabricadas no Canadá até o momento, com pedidos de 45 unidades do A220 e opções para outras 30. O modelo será utilizado para substituir os Embraer 190.

Air Canada Primeiro A220 Pintado
Primeiro Airbus A220 da Air Canada – Imagem: Airbus

A Air Canada está equipando seus A220 com 137 assentos, incluindo 125 assentos na econômica e 12 assentos na primeira classe.

A Airbus adquiriu o programa A220 da Bombardier, antes chamado de C-Series, em meados de 2018. A frota atualmente em serviço pelo mundo é composta por 94 aeronaves, operadas por empresas aérea como Air Baltic, Air Tanzania, Delta Air Lines, Egyptair Express, Korean Air, Lufthansa e Swiss, de acordo com dados da Airbus.

A fabricante europeia tem pedidos firmes para outros 436 A220.

A ponte aérea Airbus – Airbus

A Air Canada anunciou em agosto a introdução de serviço regular durante todo o ano entre Montreal, no Canadá, e Toulouse, na França, a partir de 4 de junho de 2020, ligando assim a sede da Airbus com a planta adquirida da canadense Bombardier.

Os cinco voos semanais fornecerão o único serviço oferecido durante todo o ano entre as duas cidades e serão operados com a frota de Airbus A330-300 da companhia, com cabines Signature Class, Premium Economy e Economy, e capacidade de 292 passageiros.

A polêmica de gêneros na Air Canada

A Air Canada anunciou em outubro que deixará de se referir aos seus passageiros como “senhoras e senhores” durante os anúncios a bordo, para remover referências específicas a gênero, de acordo com um memorando interno enviado aos funcionários.

A mudança significa que os funcionários cumprimentarão os clientes usando frases como “hi everyone” (olá a todos) ou “good night everyone” (boa noite a todos), em vez de “mesdames et messieurs” ou “ladies and gentlemen”, relatou o canadense La Presse.

Na carta aos funcionários, a companhia aérea escreve: “Queremos garantir um espaço inclusivo para todos, incluindo aqueles que se identificam com o gênero X”.

A carta acrescenta que “a mudança será refletida no Manual de Anúncios a Bordo, como parte de nosso compromisso de respeitar a identidade, diversidade e inclusão de gênero. Informaremos quando esta atualização estiver disponível e quando implementaremos essa alteração.”

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.