Vídeo mostra de perto como ocorre a abertura das escorregadeiras de emergência dos aviões

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

Vídeo Teste Escorregadeira de Emergência Inflada Boeing 777

Muitas pessoas têm a curiosidade de saber como se dá a abertura das escorregadeiras de emergência (“emergency slides” em inglês) utilizadas para evacuação dos aviões. De onde elas saem? Quão rápida é sua expansão para que esteja pronta para o uso?

Para quem tem essas e outras dúvidas, um vídeo que circula pelas redes sociais permite observar bem de perto um teste do acionamento do mecanismo em um grande Boeing 777.

A abertura dos “tobogãs” infláveis costuma se completar em no máximo 6 segundos, para que seja possível que a evacuação de todos os passageiros da aeronave se complete no tempo máximo de 90 segundos, conforme definido na regulamentação.

A escorregadeira fica alojada dentro da porta da aeronave, mas ela só estará fixada ao piso e será liberada se a porta for aberta enquanto estiver no “modo automático”. Esse modo é ativado pela tripulação na partida do voo e desativado na chegada ao destino.

O insuflamento é dado por cilindros de gás em alta pressão, que são periodicamente verificados pelas equipes de manutenção para garantir que o sistema desempenhará corretamente seu papel no momento crítico de necessidade.

Confira a seguir o vídeo do teste de abertura da escorregadeira, e veja também mais abaixo outro vídeo, que foi feito pela British Airways, no qual é possível ver em maior detalhe o dispositivo saindo de dentro da porta do Boeing 777.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Aeroporto de Floripa divulga lindo vídeo de decolagem noturna de um...

0
Uma cena bonita de se admirar, seja pelas luzes na noite, seja pelo ângulo aéreo diferenciado para se observar a decolagem.