Veja o suave pouso do maior avião bimotor do mundo, o novo Boeing 777X

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Embora seja um fato já bastante conhecido por quem gosta ou tem algum envolvimento mais próximo com a aviação comercial, muitas são as pessoas que não sabem que o novo projeto da Boeing, o 777X, é o maior avião bimotor que já ganhou os céus na história.

E como consequência de todo esse tamanho (e também da beleza, porque o jato está bastante bonito!), cada um dos vídeos que têm surgido desde que a fabricante começou os ensaios de certificação do modelo, são um verdadeiro deleite para quem gosta de ver e admirar os grandes aviões comerciais do mundo.

No caso do vídeo que você viu logo no início desta matéria, um planespotter (termo usado para identificar as pessoas que gostam de observar e/ou fotografar/filmar aviões) teve a sorte de gravar o pouso do 777X em uma viagem que fez até Seattle, onde fica uma das plantas da Boeing. E mesmo com todo o tamanho do novo “Triplo Sete”, é bonito de ver como foi suave o pouso!

Conforme o próprio cinegrafista descreveu em seu vídeo, “tive a sorte de ter capturado duas das aeronaves 777X de teste no Boeing Field, em Seattle. Elas parecem aeronaves incríveis e eu mal posso esperar para vê-las nos céus.”

Caso você não conheça muitos detalhes deste novo avião, aí vão algumas informações para sua curiosidade sobre o maior bimotor do mundo.

O projeto 777X

O projeto 777X é dividido em duas variantes de tamanhos diferentes, o 777-8 e o 777-9, este último colocando-se como o maior do mundo. A grande novidade trazida ao mercado diz respeito a suas asas, cujas pontas das asas serão dobráveis. O objetivo é ter uma envergadura grande em voo, mas reduzi-la em solo para se encaixar nos mesmos espaços já usados pelo 777-300 da geração anterior (você pode ver um vídeo da asa dobrável clicando aqui).

Segundo especificações da própria Boeing, algumas de suas características são as seguintes (os pares de dados são sempre referentes ao -8 e ao -9, nessa ordem):

  • Preço: $410,2 e $442,2 milhões de dólares
  • Assentos (em 2 classes): 384 e 426
  • Alcance: até 16.170 e 13.500 quilômetros
  • Comprimento: 69,79 e 76,72 metros
  • Envergadura:
    • Com asas dobradas em solo: ambos 64,82 metros
    • Com asas estendidas: ambos 71,75 metros
  • Motores: GE9X

Outra característica muito interessante é que o maior bimotor do mundo também leva aos céus os maiores e mais potentes motores turbofan já construídos no mundo. Com 3,4 metros de diâmetro interno na região do fan, o GE9X tem praticamente a mesma dimensão da fuselagem de um Boeing 737NG (você pode ver algumas imagens clicando aqui).

E em termos de sua potência, o novo motor bateu 134.300 libras de empuxo durante testes, entrando para o Livro dos Recordes ao superar a potência de seu antecessor, o GE90. Isso não é tão longe do empuxo gerado pelo foguete Soyuz, que levou o cosmonauta Yuri Gagarin ao espaço pela primeira vez em 1961.

Nas matérias a seguir você pode ver mais imagens, vídeos e informações sobre o projeto 777X:

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduado em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Avião Boeing 747-8I

Boeing doa R$ 3,77 milhões em auxílio aos atingidos por incêndios...

0
A Boeing anunciou a doação de US$ 700.000 da Boeing Charitable Trust para ajudar as comunidades locais com a contínua crise humanitária e ambiental.