Início Variedades Virgin Galactic revela como será a “classe econômica” das viagens ao espaço

Virgin Galactic revela como será a “classe econômica” das viagens ao espaço

A Virgin Galactic, uma empresa de turismo espacial criada pelo visionário empresário Richard Branson, revelou em evento de imprensa o design interno de sua nave espacial “Spaceship Two”, um avião espacial criado para proporcionar uma experiência espacial a quem tiver US$ 250.000 sobrando.

As imagens da cabine mostram um acabamento acolchoado, janelas com LEDs, assentos reclináveis ​​de design futurista e um enorme espelho no fundo para observar e filmar a si próprio flutuando na microgravidade.

O avião foi projetado para ser elevado à altitude de 15 milo metros com a ajuda de uma nave de suporte e então acionar seu motor de foguete para chegar até 110 quilômetros, ou seja, apenas 10 quilômetros acima da borda oficial do espaço. Depois disso, o avião retorna para a Terra. O jato não tem capacidade de manter um voo orbital e a sensação de ausência de peso, uma das principais atrações, se dá no retorno, quando a aeronave “cai” dealtitudes muito altas por vários minutos, antes de ser novamente estabilizada.

Os assentos, projetados pela famosa marca Under Armour, devem minimizar o desconforto de altas cargas G durante a subida e o pouso, além de darem o espaço suficiente para que a experiência com a microgravidade seja a mais segura possível.

Além do espelho convidativo no fundo do avião, 16 câmeras de alta definição espalhadas pela cabine capturam cada momento para formar um filme que será entregue a cada participante dessa memorável jornada.

“Começamos com o que acreditávamos ser uma experiência ideal para o cliente e depois construímos a nave espacial em torno dela”, diz Richard Branson no comunicado da Virgin. “Esta cabine foi projetada especificamente para permitir que milhares de pessoas como você e eu realizemos o sonho de voos espaciais com segurança”.

O CEO da Virgin Galactic, Michael Colglazier, aproveitou para falar sobre a tecnologia de Realidade Virtual disponível através do novo aplicativo, também lançado pela empresa. Segundo ele, a experiência “ajudará a trazer o sonho da viagem espacial para perto dos entusiastas do espaço de todo o mundo”, permitindo explorar a cabine e o processo do voo sem pagar os 250 mil dólares.