Viva Air solicita autorização para fazer voos regulares a SP e Rio de Janeiro

A Viva Air, da Colômbia, apresentou pedido à Aerocivil para operar cinco rotas nacionais e seis internacionais. Nesta nova petição, a empresa buscaria ter as rotas aprovadas pelo regulador aeronáutico colombiano para futura expansão. Se aprovadas localmente, as rotas ainda precisarão do aval dos demais países envolvidos.

Segundo apurou o Aviacionline, com base em um documento da Aeronáutica Civil, as rotas internacionais solicitadas ligam Medellín a Santiago do Chile; São Paulo / Guarulhos, Rio de Janeiro e San José. Além desses, também há um pedido de rota ligando Bogotá a Santiago do Chile e São Paulo.

No que diz respeito aos voos domésticos, a empresa pretende expandir a oferta em Cartagena e San Andrés com voos para Barranquilla, Bucaramanga e Cúcuta, evidenciando a aposta no leste da Colômbia.

A ultra-low-cost vem apresentando forte crescimento em território colombiano, sendo que recuperou 100% de sua rede e ao mesmo tempo superou a capacidade operacional de 2019. Em seu plano de expansão está a consolidação do aeroporto José María Córdova, em Medellín, como um novo hub regional, que já se conecta com Cancun, Lima, Orlando, Miami e, a partir de agosto, a Cidade do México. De Bogotá, a Viva também voa para Lima e a capital mexicana.

No que diz respeito à sua frota, a empresa recebeu oito Airbus A320neo de uma encomenda total de 35 aviões, a estes devem ser adicionados os outros doze Airbus A320ceo que a empresa atualmente possui.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Com pesadas multas, número de confusões em aviões tem queda, mas...

0
Após diversas multas pesadas e sansões contra passageiros desordeiros, a FAA registrou uma diminuição no número de ocorrências.