Vizinhos ganham na justiça e despejam empresa aérea Flybondi do aeroporto El Palomar

A Suprema Corte da Argentina deu razão aos vizinhos do aeroporto El Palomar e concordou com a parada completa dos voos comerciais no terminal, os quais eram operados pela empresa aérea Flybondi, reporta o noticiário local Pagina 12. A disputa da empresa aérea com os vizinhos vem de longa data.

Por seu lado, a Flybondi não estava disposta a sair do terminal, haja visto que investiu dinheiro ali e tinha no local uma operação mais barata, que lhe permitia também cobrar preços menores pelas passagens aéreas, sustentando seu principal argumento de venda.

No entanto, os vizinhos estavam descontentes com o barulho e o fluxo de pessoas na região, o que lhes levou a entrar com uma ação na justiça. No processo, os moradores argumentam que a empresa iniciou voos no aeroporto sem ter sido realizada uma avaliação de impacto ambiental (em 2018, uma avaliação chegou a ser entregue, mas ela não foi aceita pela justiça).

Apesar da decisão da Suprema Corte, o Página 12 diz que o processo ainda não acabou e deve seguir na justiça. No entanto, a Flybondi segue impedida de voar para o El Palomar, restando-lhe como opções em Buenos Aires o aeroporto de Ezeiza, muito distante do centro, ou o Aeroporto Metropolitano Jorge Newberry.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Em evento, ANAC fala sobre segurança aérea como prioridade na...

0
Segundo presidente da ANAC, a cultura de segurança como prioridade no setor aéreo brasileiro vem se consolidando ao longo de décadas.