Voa rumo ao Brasil o quarto avião Airbus A321neo da Azul

Avião Airbus A321neo Azul Linhas Aéreas

Como antecipamos, com exclusividade, na semana passada, a fabricante Airbus havia retirado o status de “armazenado” do A321neo de registro D-AVZI, após ter estado por mais de dez meses estocado. Isso indicava que essa aeronave, que receberia o registro PR-YJD, estava prestes a ser entregue à Azul Linhas Aéreas.

Tal fato confirma-se hoje, com a evidência da decolagem da aeronave de Hamburgo, onde foi produzida, rumo ao sul, para entrega ao seu novo operador. Segundo os dados do RadarBox, a aeronave decolou na tarde desta quarta-feira (5). O jato pertence à locadora BOC Aviation e um custo mensal de leasing de um A321neo como esse gira em torno de US$ 450 mil.

Imagem: RadarBox

Atualmente, a Azul tem três Airbus A321neo na frota (PR-YJA/B/C), sendo que todos estão sendo empregados em rotas de maior demanda da empresa aérea, a partir de Campinas, seu hub no interior paulista. O jato, na Azul, tem capacidade para 214 passageiros e porta a cabine ACF (Airbus Cabin Flex) da Airbus, a qual tem galleys (cozinhas dos comissários) e banheiros rearranjados no leiaute interno para dar mais espaço para poltronas, permitindo uma configuração mais flexível.

Uma curiosidade é que, em comparação aos A321ceo e aos primeiros A321neo, a configuração ACF troca uma porta de emergência por duas. Assim, com mais saídas, a aeronave pode levar um máximo de 240 passageiros ao invés dos 220 da geração anterior, isso mantendo a mesma fuselagem. A Azul optou por uma configuração menos densa.

Para as empresas que optarem por uma densidade maior, as fileiras das portas de emergência contam com seis assentos (3-3) ao invés dos atuais quatro (2-2) da posição. Isso dá um ganho de 8 assentos no total, somado aos 12 assentos a mais das duas novas fileiras geradas pela mudança nos banheiros e galley, totalizando 20 assentos extras.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias