Início Aviação Militar Voa o segundo Embraer T-27M Tucano da Força Aérea Brasileira

Voa o segundo Embraer T-27M Tucano da Força Aérea Brasileira

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

O T-27M Tucano de matrícula FAB 1426 – Imagem: 3ºS Matheus Melo / PAMA-LS

A Força Aérea Brasileira (FAB) anunciou nesta última semana que a segunda aeronave Embraer T-27M, registrada sob a matrícula FAB 1426, voou na manhã da terça-feira, 20 de abril, no Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA-LS).

Este foi o primeiro voo de ensaio do FAB 1426 para teste e avaliação de melhorias no processo de modernização do T-27, o chamado “Tucano”. O ensaio teve duração de 2 horas e 20 minutos, nas quais foram verificados o sistema de navegação, parâmetros básicos do motor, entre outros aspectos da aeronave.

A modernização do T-27 Tucano, designada T-27M, tem como principais objetivos a inovação do painel de instrumentos da aeronave, adaptando às novas regras de tráfego aéreo, como os procedimentos de Navegação de Área (RNAV) e Performance de Navegação Requerida (RNP), e às novas demandas de formação dos pilotos da Força Aérea Brasileira (FAB), além da redução das obsolescências logísticas existentes.

O Diretor Interino do PAMA-LS, Coronel Aviador Marcelo Reed Sardinha, destaca a relevância do processo de modernização das aeronaves. “Além do avanço já alcançado com o primeiro protótipo FAB 1446, nosso segundo protótipo traz ainda mais melhorias para o sistema da aeronave. Tais modificações são soluções inovadoras que, pela primeira vez, estão sendo realizadas com participação ativa da FAB no processo. Este acontecimento significa um marco na história, que demonstra toda nossa capacidade técnica e produtiva”, afirma.

Fizeram parte da equipe de ensaios em voo o Piloto de Ensaio e Diretor do Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV), Coronel Aviador Marcelo Zampier Bussmann; o Tenente-Coronel Aviador Valter Faria Junior (DIRMAB); o Major Engenheiro Jardel Figueira da Silva (ILA) e o Tenente Engenheiro João Gabriel Henriques Leite (IPEV). A previsão atual é de modernizar cerca de 40 aeronaves e entregá-las para a Academia da Força Aérea (AFA).

Informações da Força Aérea Brasileira

Sair da versão mobile