Voando a 40.000 pés, foi embora mais um Airbus A350-900 da Latam

Foto: Airbus

Nesse final de semana, a Latam Brasil se desfez de mais um Airbus A350-900, que voou para Victorville, na Califórnia, onde ficará armazenado até ser repassado ao novo operador, a Delta Air Lines. Lembrando que a empresa aérea está devolvendo todos os jatos desse modelo, a fim de padronizar a frota de voos de longo curso com aeronaves da Boeing.

Dessa vez, o jato que partiu foi o PR-XTE (msn 048), o décimo-primeiro do modelo a ir embora do Brasil. Com essa devolução, restam em território nacional apenas dois A350, que também serão devolvidos nas próximas semanas.

Esse avião, em específico, foi parte encomenda original da TAM Linhas Aéreas e chegou ao Brasil em setembro de 2016. Após um curto período no Brasil, o jato foi repassado para a Qatar Airways em um contrato de subarrendamento. Tendo retornado ainda em 2017, assumiu voos de longa distância da Latam até ser retirado de operação no meio do ano passado.

Em seu derradeiro voo com as cores da Latam, a aeronave partiu de Guarulhos como voo LA-9543, como mostram os dados da plataforma de rastreamento de voos Radarbox, abaixo. Toda a rota foi realizada a 40.000 pés (ca. 12 km) de altitude, o que é uma tarefa fácil para o modelo, já que o A350-900 tem um teto operacional de até 43.100 pés (ca. 13 km).

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias